Mundo Higeia

Bem Vindo a este Mundo!

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Tratamento Natural da Gota

imagem retirada net

A gota é uma das mais dolorosas formas de artrite.
Ocorre quando se acumula demasiado ácido úrico no corpo o que provoca depósitos de cristais nas articulações.
O ácido úrico surge pelo metabolismo das purinas, uma subclasse de proteínas que são abundantes nos tecidos humanos e em determinados alimentos, como carnes, e órgãos de animais. 
Existe também um certo número de fármacos que podem aumentar os níveis de ácido úrico no sangue e a sua tendência para formar cristais irritantes. Estes incluem os Salicilatos, um componente da aspirina; Diuréticos que podem estar prescritos para a hipertensão, edema ou doenças cardiovasculares. Outros são Ciclosporina (utilizado para prevenir a rejeição de órgãos transplantados) e a Levodopa usada na doença de Parkinson.
O consumo de álcool, excesso de peso, a exposição ao chumbo no ambiente também aumenta o risco de gota em individuos geneticamente suscitáveis.
É possivel ter niveis elevados de ácido úrico e nunca desenvolver gota. 

Normalmente o ácido úrico dissolve-se no sangue, passa pelos rins e sai do corpo através da urina. O que acontece na gota é uma acumulação excessiva de ácido úrico que o corpo não consegue eliminar, ou porque comemos muitos alimentos ricos em purinas, ou porque o corpo aumentou a produção de ácido úrico, ou porque os rins não eliminam suficientemente ácido e este acumula-se no corpo.

O primeiro ataque de gota geralmente ocorre no dedo grande do pé, que fica dolorido, inchado, quente e vermelho, no entanto pode afetar outras articulações, como tornozelos, calcanhares, punhos, dedos e cotovelos.

Antigamente, associava-se a gota à riqueza, quem tinha gota, só a tinha porque era rico e tinha uma alimentação rica, de tal forma que juntava cristais.
Penso que nos dias de hoje não precisa de ser rico para ter gota, mas precisa como primeira linha de defesa, hábitos e estilo de vida saudáveis, associado a uma dieta anti-inflamatória, na qual se deve enfatizar:
O que evitar:
- Evitar carnes (principalmente carnes jovens), que são fontes particularmente ricas em ácido úrico, assim como reduzir leguminosas, como feijões e ervilhas. Também não deve comer o caldo do cozimento de carnes, nem a água onde cozeu os feijões.
- Evitar o café ou outras fontes de cafeína.
- Não consumir álcool. O álcool leva o organismo a produzir grandes quantidades de ácido úrico. Além de reduzir o ritmo de eliminação do ácido. A cerveja tem um maior teor de purinas que o vinho.
- Não beber bebidas gaseificadas, como refrigerantes, pois têm gás carbónico que entra na formação da estrutura de bases nitrogenadas e pode levar a desencadear uma crise.
- Perder os quilos que tem em excesso.

O que fazer:
- Beber 8 copos de água por dia.
- Linhaça - os ácidos gordos da linhaça limita a produção de leucotrienos pró-inflamatórios que são os mediadores da inflamação e da lesão tecidular que se observa na gota.
- Cereja - demonstrou-se que o consumo abundante de frutas frescas como cerejas, morangos e outras, ricas em antocianidinas é muito eficaz na redução dos niveis do ácido úrico e na prevenção da gota. Pode fazer monodietas e ficar 1 a 3 dias a comer unicamente a mesma fruta, sendo as mais indicadas, melancia, morangos, mas a com mais resultado  na gota é a cereja.
- Abacate - botânicos do Amazonas acreditam que o abacate baixa os niveis de ácido úrico no sangue.
- Curcuma - Esta especiaria tem um composto - a curcumina - que inibe a síntese das substâncias chamadas prostaglandinas que se encontram no organismo e que exacerbam a dor. A curcumina também estimula as supra-renais para que libertem cortisona do organismo, a qual é um aliviador potente da inflamação e da dor que esta pode causar.
- Um excelente suco é o de Beterraba, Cenoura, Pepino e Agrião, bater tudo no liquidificador, coar e beber em jejum por 21 dias, depois medir novamente os niveis de ácido úrico.

Plantas para a Gota



Limão - O sumo de limão alivia as dores reumáticas e a gota. Como depurativo atua eliminando o ácido úrico. Beba em jejum 1 copo de água com sumo de 1 limão maduro. 
Todos os cítricos são bons.

Sementes de Aipo - Ferver por 5 minutos, 1 colher de sementes de aipo em 2 chávenas de água. Deixar repousar tapado por 10 minutos, coar e beber durante o dia, dependendo da gravidade dos sintomas.
Com este chá há quem consiga manter os níveis de ácido úrico normais, devido à sua ação anti-inflamatória.

Harpagophitum ( Garra do Diabo) - Vários informes indicam que esta planta diminui os niveis de ácido úrico e que tem uma ação anti-inflamatória. Outros estudos sugerem que a garra do diabo é benéfica no alívio das enfermidades artríticas e a gota é uma forma de artrite.

Outras plantas a beber são: Cavalinha, Urtiga, Dente-de-leão, Carqueja, Salsaparrilha e Bétula. Estas plantas encontram-se com facilidade em ervanárias.

Tratamentos Externos:
- Aplicações de argila, que diminuem a inflamação e aliviam a dor.
- Banhos de temperatura progressiva - colocar a articulação afetada em água morna e ir acrescentando água quente. Se esta água for de um cozimentos de  Espigas de Pinheiro, Urtigas ou de Rosmaninho, mais benéfica se torna. Pode alternar estes banhos com compressas  de água fria.

5 comentários:

  1. OBRIGADO,FIQUEI MAIS ALIVIADO COM AS DICAS,MUITO ESCLARECEDORA.

    ResponderEliminar
  2. Perfeito, meu friend melhorou muitoooooooooo

    ResponderEliminar
  3. A melhor informação que já li!

    ResponderEliminar