Mundo Higeia

Bem Vindo a este Mundo!

sexta-feira, 8 de junho de 2012

“Nós passamos a Vida a forçar outros a Amar-nos” SRI PREM BABA e o Caminho do Coração

imagem copiada net

“ Os problemas e a infelicidade são oportunidades. 
Quando o problema se repete, há que insistir na pergunta sabia: O QUE TENTA ME ENSINAR A VIDA que eu não consigo aprender?”

Apesar da sua imagem clássica de sábio hindu com barba e cabelo branco, Prem Baba, que em sânscrito significa “ Pai do Amor”, é um mestre espiritual nascido e crescido no Brasil onde se formou e trabalhou como psicólogo humanista e mestre de yoga. Observava que o ser humano vivia desesperado em busca de alívio e compreendia que a psicologia é só uma parte do processo, mas insuficiente para poder curar o Ser humano por si só.

Foi na India que se converteu a mestre e divulgador espiritual, desenvolveu um método de crescimento denominado “o Caminho do Coração” que une diferentes tradições Orientais e Ocidentais, ou seja uma união entre a psicologia e a espiritualidade.

Seu objetivo é “guiar-nos para o Caminho do Coração e ajudar-nos a recordar nossa verdadeira Natureza” e para isso Prem Baba propõe-nos a meditação, a reflexão e a prática do serviço desinteressado.

“ Tu não és matérias, expressas-te através dela, ela é o teu veículo. Tu és a Divina Presença, muito além de qualquer nome e de qualquer forma. Permite-te ser Uno com o Todo, percebe que para lá do corpo, estás em todos os lugares, manifesta-te em tudo aquilo que está vivo. És a eterna força Divina.”

Entrevista a Prem Baba pela La Contra de la Vanguardia:

- Em que consiste o trabalho que propõe?
- Muitos dos ensinamentos espirituais da atualidade focam-se no bem, na bondade, no ativar a Consciência e no recordar quem são.
Sem duvida, que ninguém sabe o que fazer com os sentimentos de medo, de ira, orgulho, inveja, gula, preguiça, avareza, luxuria e mentira que também fazem parte da experiencia humana, que eu chamo das Nove Matrizes do Ser Inferior.

Dar uma direção a esses sentimentos forma parte do processo espiritual. 
O que faço é ajudar as pessoas a identificar e transformar esses sentimentos, não a fingir que não existem. Quando finges que não existem, crescem acabando por te trazer problemas a ti e aos outros, sabotam a felicidade e impedem-te de ser próspero, de ter saúde, impedem-te de ser feliz e de te iluminares.

Essa parte que não vemos luta contra nós, a que eu chamo “círculo vicioso do sadomasoquismo” que é um mecanismo de defesa que a pessoa cria a viver choques de dor, humilhação, abandono e rejeição.

Às vezes é necessário espiritualidade para se escapar da maldade. 
Só que quanto mais de foge, mais ela cresce, a maldade tem que ser transformada e só a transformamos olhando-a, temos de encara-la.

- Como se realiza essa transformação?
- A primeira parte é mais difícil, a fase da purificação, que é quando começa o processo espiritual. 
Ninguém quer ouvir verdades pouco agradáveis sobre si mesmo.
 Há sempre dificuldades em aceitar as nossas próprias imperfeições. 
Todos queremos ser perfeitos.
 Ninguém quer sentir essa dor. 
Mas….Essa dor está ali e todos somos vítimas dela.
 Só se pode curar uma doença se a reconhecermos. Só podemos nos livrar de um problema se o identificarmos.
´
Que faz um diabético quando come açúcar?
Dentro dele há um desejo para ficar doente por alguma razão. 
Meu trabalho é ajudar a identificar essa voz. A primeira coisa a fazer é um inventário de problemas.

- Isto não deve ser nada fácil…
- Não, porque te põe em contato com dores profundas e difíceis de enfrentar. Por isso é mais fácil estar adormecido neste círculo vicioso. É necessária coragem e humildade para admitir as imperfeições humanas e não querer estar acima delas.

Temos que descondicionar a mente para que possamos nos identificar com o Eu maior, o Eu real, e o Eu Superior.

Este mundo é uma tremenda ilusão, um mundo criado pela mente, um pesadelo e a raiz do pesadelo é a carência afetiva, por isso é necessário despertar desse sono mal dormido. 
Tu acreditas que não tens nada para dar ao outro e por isso necessitas obtê-lo dele. Estamos completamente enlouquecidos atras do dinheiro e do acumular, tentamos destruir o outro para tirar-lhe algo, forçamos os outros a darem-nos atenção, esta é a Matrix.  
Aquilo que a sustenta são os desejos, a competição. 
Toda a disputa nasce para se conseguir um Amor exclusivo. 
Esta é a principal doença a ser curada.

- Como a espiritualidade nos ajuda no processo de cura?
- Quando a pessoa está a sofrer e começa a questionar a vida e a si mesmo, procura respostas, consolo e alivio.
 A terapia prepara o campo para a espiritualidade, mas a verdadeira espiritualidade só é possível através de um guru. Só alguém que já despertou conhece o caminho e pode-te ajudar a encontrar o teu.

Para que a graça divina se possa manifestar e dar fruto, o agricultor tem de preparar a terra, tem de plantar a semente, tem de cuidar dos brotos e afastar as ervas daninhas, até que aquele broto se transforma numa árvore e dá fruto. 
É o trabalho do agricultor, que faz as terapias preparar o terreno.

- Mas não é cada um seu próprio mestre?
- Essa crença é a primeira barreira para a iluminação. 
Existe muito apego ao mundo material e a mente cria truques para não se desapegar desse jogo de objetos que estimulam os sentidos.
O mestre está dentro, o mestre é a própria vida, para deixares-te guiar pelo mestre que está dentro de ti ou pela vida, necessitas de um guru encarnado que te mostre o caminho.

Fonte: baseado el blog alternativo

Sem comentários:

Enviar um comentário