Mundo Higeia

Bem Vindo a este Mundo!

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Chegou a hora de fazermos por Nós

imagem copiada da net

Em cada esquina a conversa é “crise”.
As queixas assentam sobre uma crise monetária, e parece estar a levar as pessoas ao desânimo e à desesperança.

O Escritor e dramaturgo Vaclav Havel, que foi o primeiro presidente da República Checa disse: “a salvação do nosso mundo encontra-se no coração das pessoas, na sua humildade, responsabilidade, e capacidade de reflexão”.

Todos temos dificuldades, mas também temos coração e criatividade.
 Não podemos continuar a consumir glucose cerebral, para perceber de quem é a culpa, se é de um ou se é de outro.
 Não importa.

Esta “crise” força cada um a olhar para si e a perceber que é a “sua Vida”
É absurdo querermos que as circunstancias melhorem, se nós não estamos dispostos a melhorar a nós próprios.
Temos de resgatar do nosso coração o potencial que há nele, para isso temos de ter humildade. 
A humildade de nos olharmos com novos olhos, como se fosse a primeira vez, para nos conhecermos. Se não nos conhecermos, como vamos traçar o caminho a seguir?

Depois temos de ter responsabilidade, responsabilidade pela nossa vida, sem apontar o dedo, pois este ato não muda nada.
 Não podemos ser, nem nos sentir vitimas, é importante perceber que postura estamos a tomar, pois estamos a pintar o nosso futuro.

Vaclav falou na capacidade de reflexão.
Para refletirmos é precisar ter calma, parar.
É preciso refletir para onde queremos ir, e o que queremos fazer. 
O Universo continua a ser a fonte, esta fonte nunca seca, por isso não devemos de desanimar, temos de ser inteligentes.

Mas o que é a inteligência?
A palavra deriva do latim intellectus, que significa “recolher dentro”, é nisto que precisamos nos focar, no potencial que está dentro de nós.
Eu acredito e acredito que você acredita, que todos nós estamos a construir um futuro melhor…

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Doenças da mente ou desequilíbrios do corpo?

imagem retirada net

 Depressão, nervosismo, irritabilidade, ansiedade, pânico, fobias, traumas de infância, etc.,
Estas palavras são nos bem familiares, ouvimo-las muitas vezes, como diagnóstico do nosso mal-estar.

Mas…será que estas “doenças mentais” não têm as costas largas?
Quantas vezes o nervosismo, a irritabilidade não é causado por um desequilíbrio do Fígado?
O sofredor de fígado é um infeliz nas suas mazelas, tem inveja, irrita-se com facilidade, é mesquinho e vingativo, mas tudo isto deve-se à sua condição orgânica, aos seus “maus fígados”.
O ter medo, o sofrer de ansiedade pode ter como causa uma insuficiência do rim e das supra-renais.
O estado deprimido dos jovens pode dever-se às más notas nos exames, mas também à escassa produção de tiroxina pela glândula tiroide.

Derivam os nossos estados mentais desequilibrados, unicamente de causas mentais ou têm uma componente orgânica?
O contrário também pode ser perguntado: o estado da mente não influencia o estado do corpo físico?
Somos como uma moeda, temos a cara e a coroa e uma interfere na outra e vice-versa.
Podemos dizer, “ mente sã em corpo são” ou “ corpo são com mente sã”.

Henri Baruk, um francês neuro-psiquiatra disse. “ Numerosos mecanismos fisiológicos podem ser, com efeito, origem de perturbações mentais”.

Para deixarmos desabrochar a paz, alegria e todas as boas emoções que todos temos dentro, temos que ser saudáveis.
Os iogues sabem que os exercícios mentais, como a meditação, o estar no “agora”, o estar uno, só são atingidos, quando se consegue o “silencio do corpo”, isto é quando o corpo está bem, sem necessidade de reclamar.
Podemos dizer que os desconfortos orgânicos são obstáculos ao aprofundamento da Consciência.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Almoço das mulheres cá de casa

Quer para o bem, quer para o mal, nós influenciamos os nossos filhos.
Neste caso acredito que a influência é muito positiva.
Estou-me a manter com “unhas e dentes “no Crudivorismo.
Tudo o que entra goela abaixo é 95% cru.
A filhota está a dar os primeiros passos, a “domesticar as papilas gustativas.

Apresento-vos o meu almoço:



O almoço da filha:

Composição do prato:
Salada de alface e tomate.
Brócolos Cru-zinhados.
Arroz integral cozido
Tomates com paté de sementes de girassol.



segunda-feira, 28 de maio de 2012

A Consciência…

imagem copiada net

A Consciência já é consciente.
É o não-manifesto, o Eterno.

A consciência em si é intemporal, por isso não evolui. Nunca nasceu e nunca morrerá.
Quando a consciência se transforma no universo manifesto, parece estar sujeita ao tempo e passar por um processo evolucionário.
A mente humana não é capaz de compreender totalmente a razão deste processo.

O cérebro humano constitui uma forma altamente inteligível através da qual a consciência entra nesta dimensão.
 Contém cerca de cem mil milhões de células nervosas, designadas por neurónios, mais ou menos o mesmo número de estrelas que existem na nossa galáxia, que podia ser vista como um cérebro macroscópico.

O cérebro não cria a consciência, a consciência é que criou o cérebro, a forma física mais complexa á face da terra, para se exprimir.
Quando o cérebro sofre lesões, isto não significa que perdemos a consciência. Significa que a consciência já não pode usar essa forma para entrar nesta dimensão. Não podemos perder a consciência porque ela é a essência de quem somos. 
Só podemos perder algo que temos, não algo que somos.
Fonte: Echkart Tolle

quarta-feira, 23 de maio de 2012

A minha primeira Virtude

imagem copiada net
Virtude é uma qualidade moral pessoal e particular.
 Diz o dicionário que Virtude é mais do que uma simples aptidão para uma determinada ação boa, é uma verdadeira inclinação.
Virtudes são todos os hábitos constantes que levam o Homem para o bem.

Pergunto-me: qual a Virtude que me leva para o bem?
Aquela que eu considero ser a minha primeira Virtude, é AMAR o Autor da Natureza, a Fonte de todos os bens que desfrutamos.

Tenho plena consciência que para Amar preciso de um coração calmo e de uma mente em paz, e que isto só é possível na presença da Saúde.
Quando no corpo reina a harmonia nas funções fisiológicas, a paz reina na mente e faz-se Presente a Presença.

Sei que tenho de sentir e aproveitar diariamente os benefícios naturais, com um Coração constantemente elevado ao Criador, o que permite afastar-me dos sentimentos de medo e de preocupação.

Existe uma frase antiga que diz “ a Saúde é o melhor tributo que o homem pode oferecer ao seu Criador” e eu acrescento “ e a si mesmo”, até porque entre um e outro não existe separação.



terça-feira, 22 de maio de 2012

Queremos Paz ou queremos Drama?

imagem retirada da net

Queremos Paz.
Não há ninguém que não deseje a Paz.
Contudo, há outra coisa dentro de nós, que aspira ao drama e ao conflito.
É possível que não seja capaz de o sentir neste momento.

Pode ser necessário esperar uma situação, ou mesmo apenas um pensamento, para desencadear uma emoção em si: alguém que o acusa disto ou daquilo, que não reconhece o seu valor, que invade o seu território, que põe em causa o modo como você faz as coisas, uma discussão relacionada com dinheiro… consegue então sentir a gigantesca onda de energia a percorre-lo, o medo, talvez disfarçado de ira e hostilidade?

É capaz de ouvir a sua própria voz a tornar-se irritante, estridente ou mais alta?
Consegue ter consciência da sua mente a apressar-se a defender a sua posição, justificando, atacando, culpando?
Por outras palavras consegue despertar nesse momento de inconsciência? 

Consegue sentir que há algo dentro de si que está em guerra, algo que se sente ameaçado e quer sobreviver a todo o custo, que precisa do drama para reivindicar a sua identidade como personagem vitoriosa dentro da encenação teatral?
É capaz de sentir que há algo dentro de si que prefere estar certo, a estar em paz?
Fonte: Eckhart Tolle

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Diabetes - é uma doença cronica? ou uma doença com cura?


imagem copiada net
Segundo a American Diabetes Association (ADA): “ a diabetes é uma doença cronica degenerativa incurável.”
Uma definição, que não deixa espaço para dúvidas.
A maioria dos médicos oficiais quando lhe dão o diagnóstico de diabetes, dizem-lhe que vai ter de conviver com ela, que não vai se curar e vai ser dependente de medicação para o resto da vida.
Mas será isto verdade?


Este foi o tema do Congresso realizado no auditório Vivaldi em março, em San Giuseppe di Cassola – Itália.
Exibiu-se vídeos tirados do “estudo da China”, o estudo mais abrangente feito sobre nutrição, e de Crudivorismo onde pessoas com 30 dias a comer 100% cru largaram a insulina, assim como vídeos do método de Gerson.
Foi fornecido alguns dados e informações sobre a evolução da doença.
De acordo com o boletim de medicina de Nova Iorque desde 1873 a 1993, a taxa de mortalidade por diabetes subiu de 2,1 por 100 000 habitantes em 1866 para 29,2 em 1993, e hoje cada 10 segundos alguém morre de causas relacionadas com a diabetes e duas ficam doentes, é óbvio que algo grave deve ter acontecido nos últimos setenta anos.
O quê?

Gorduras Hidrogenadas

Em 1912 começaram a ser comercializadas as chamadas “gorduras hidrogenadas”.
Estas gorduras são criadas pela industria, não existem na natureza, assim não são reconhecidas pelo organismo humano, criando problemas de saúde, como doenças cardíacas, obesidade, danos nas membranas celulares, doenças autoimunes (diabetes), aumentam o HDL( mau colesterol) e diminui o LDL (bom colesterol), aumentam a inflamação e interferem com a insulina.
Gorduras hidrogenas são encontradas nas margaridas, em comida embalada, gelados, chocolates, doceria, bolachas, bolos, etc..

A Resistência à Insulina

As células têm uma membrana externa com recetores específicos para a insulina. A célula para se alimentar precisa de abrir uma porta, pela qual entra o alimento, para isso tem uma fechadura especial que abre na presença de insulina.
A gordura saturada de origem animal (carne, peixe, leite e produtos lácteos) e todas as gorduras hidrogenadas são depositadas nas membranas externas das células, provocando a deformação dos recetores. Resultado?
As células ficam resistentes à insulina, ou seja não a reconhecem.
Apesar do pâncreas funcionar corretamente e haver insulina na circulação, as células não são capazes de fazer uso do hormônio e portanto à hiperglicemia ou seja diabetes.

Acidose

Todas as proteínas de origem animal, todos os alimentos refinados e pasteurizados (cereais, farinhas, açucares, etc.), após serem digeridos, deixam no organismo um resíduo que promove a acidez interna, um PH mais baixo e um conjunto de inflamações.
Como o sangue não pode ficar de forma alguma ácido, o corpo desencadeia mecanismos de proteção alcalinos para equilibrar, assim como a produção elevada de cortisol (hormona do stress) produzida nas glândulas supra-renais, a fim de neutralizar a inflamação.
Mas, o aumento do cortisol faz aumentar o açúcar no sangue, assim como causa uma má distribuição do tecido adiposo no corpo, especialmente a barriga gorda que é tão conhecida por estar envolvida na resistência à insulina.

Caseína

“ A capacidade das proteínas do leite de vaca causar o aparecimento de diabetes do tipo 1 está bem documentado.” Esta forte declaração é mencionada no “estudo da China” e resulta de décadas de estudo sobre nutrição.
A explicação é muito simples e logica: se passar para o seu sangue fragmentos de caseína, o sistema imunológico vai agir, pois no sangue não pode haver substâncias estranhas.
A proteína do leite (80 – 85% é caseína) é quase idêntica ás proteínas do pâncreas (células beta), o sistema imunitário, numa situação de toxemia  generalizada, acaba por atacar as células do pâncreas que produzem a insulina.
Resultado: Diabetes de Infância ou do Tipo 1
Pense em quantos bebes são erroneamente amamentados a partir de leite de vaca, veja os riscos destes desenvolverem problemas sérios de saúde, visto que a mucosa intestinal do recém-nascido não está ainda completa e, portanto, é muito mais permeável do que a de um adulto.

Sangue

O sangue foi definido por Johann Wolfgang Von Goethe como um “líquido muito peculiar“ fundamental para todo o corpo e Vida.
Banha e permeia todas as células do corpo, levando “calor” e nutrientes essenciais como oxigénio, e trás resíduos tóxicos do catabolismo.
O sangue é um líquido com um PH entre 7,35 – 7,45, quando limpo permite a Vida e a Saúde, quando inversamente se espessa, fica pegajoso, cheio de substâncias toxicas, leva-nos para todo o tipo de enfermidades, incluindo a diabetes. O sangue ao apresentar uma condição patológica, po de levar à diabetes, pois apesar da função normal do pâncreas, a insulina não conseguirá fazer o seu trabalho, devido á impossibilidade de ser aceita pelos recetores das membranas celulares.
Limpar e regenerar o sangue é condição para prevenir ou sair da diabetes.

Vacinas Pediátricas

Num corpo em formação como o de um bebé, onde o seu sistema imunológico está em formação, injetar venenos tóxicos, tais como formaldeído (um agente cancerígeno), metais pesados, tais como hidróxido de alumínio, tudo isto abre caminho para a manifestação de doenças graves como o autismo e a diabetes tipo 1.
Estes metais pesados bloqueiam a atividade de vários complexos enzimáticos a causam danos a quase todos os órgãos.

Nas faculdades de medicina ensina-se que a diabetes é uma doença incurável, como tal a pessoa para sobreviver vai ter de  injetar insulina, o que após alguns meses provoca a atrofia do pâncreas, isto é começa por quase não produzir insulina, até que pára completamente. Isto é o que acontece na diabetes tipo 1.


Mas existem  casos de sucesso, onde pessoas após 12 e 16 anos de insulinodependentes voltam a conseguir produzir a sua própria insulina.
Tem-se analisado que uma dieta vegetariana, melhor vegan, sem nenhum tipo de alimentos de origem animal, e principalmente crua pode levar um diabético a obter resultados incríveis, como o abandono da insulina.

Testemunhos apresentados no Congresso


Herman, 62 anos, diabético por 16 anos.
O primeiro sinal de diabetes ocorreu em 1994 com um ataque cardíaco.
O estilo de vida de Herman era “normal”, devido ao seu trabalho almoçava em restaurantes, e não tinha muito tempo para si.
Sofreu mais problemas cardíacos, o que exigiu uma cirurgia.
Mas quis viver e mudou totalmente o seu estilo de vida, desistiu do negócio e passou a ter tempo para si mesmo.
Num programa de rádio, ouviu pela primeira vez que podia curar a diabetes. Ele tomava 28 unidades diárias.
No dia seguinte e por iniciativa própria, fez um corte drástico na sua dieta, eliminou carne, lacticínios e todas as proteínas animais. Passou a comer frutas e legumes, junto com muitas caminhadas.
Lentamente e em cerca de um mês eliminou completamente a insulina.
Quando voltou ao centro de diabetes, os médicos ficaram um pouco estranhos, sem perceber como aquilo tinha acontecido, os exames apresentavam valores normais.
Hoje sua saúde está excelente.

Emanuele, 34 anos, diabético à 9.

Sua história é incrível.
Como sofria de fibrose cística, tinha de usar cortisona, o que aumentou os seus níveis de glicemia.
Tentou sempre manter de forma normal os seus níveis, por isso fazia muito exercício físico, mas no momento estava a usar 50 unidades de insulina por dia.
Mas, um dia ele encontrou no youtube o vídeo “Raw&Simple”, onde se fala de várias pessoas que após 30 dias de alimento cru largaram a insulina ou desceram muito os valores da glicemia.
Ele experimentou e aos 4 dias de comer cru, ficou impressionado.
Os parâmetros da glicemia medida várias vezes ao dia, antes e após as refeições confirmavam o reequilíbrio do pâncreas.
Comia e a glicose no sangue ficava abaixo de 140.
Alimentação crua, legumes de todos os tipos, com varias sementes, como girassol, linhaça, amêndoas, nozes, etc… assim como sumos de frutas com legumes. De inicio perdeu muito rapidamente 7 Kg.
Continua com o exercício físico, com um desempenho muito melhor, não conhece o cansaço após o treinamento, e já não sente o problema do ácido láctico nos músculos.
Sua nova vida também beneficiou a fibrose cística, um problema incurável oficialmente.
Valores das transaminases hepáticas equilibraram. Não usa mais suplementos nem enzimas.
Emmanuel tem uma consulta no centro de fibrose Cística de Verona, está confiante nos resultados, e acredita que no próximo Congresso em Outubro de 2012 terá outras novidades…


Angel, 50 anos e diabética à 12.
Tomava 80 unidade por dia.
Era vegetariana à 27 anos, mas comia mal. Muito queijo, grãos refinados e doces.
Ficou diabética.
Ao ver o vídeo “Raw & Simple”, decidiu experimentar.
Começou com alimentos crus (legumes, frutas, nozes, sementes, abacates) e desde o primeiro dia a sua insulina desceu para metade.
A glicemia nos dois primeiros dias estava em 250-300.
No terceiro dia reduziu para 60 e como ficou com medo de ficar com hipoglicemia retirou a insulina.
Mas de seguida começou a subir para valores de 300-350, mas continuou confiante e em uma semana desceu e estabilizou em 120-130. Deu-se o milagre.
Angel disse perante uma plateia emocionada, que no dia em que acordou e não precisou de se injetar e os níveis de glicemia eram de 130, chorou.
À dois anos e meio que não usa mais insulina, e não está doente, rejuvenesceu. Perdeu 20 KG, tem mais energia, mais calma e concentração.
Durante 3 meses, só comeu alimentos crus, e lentamente foi adicionando alguns cozidos, como a batata, legumes e grãos, assim como cereais integrais. De vez em quando até come uma pizza.

Para 21 de outubro de 2012 está agendado um novo Congresso na Itália, com conferências e testemunhos relacionados com a diabetes.
Fonte: www.disinformazione.it

O conteúdo deste blogue é meramente informativo, o que a autora não se responsabiliza por qualquer iniciativa ou ato que seja tomado baseado nele. Consulte sempre o seu médico.
 

domingo, 20 de maio de 2012

Hoje renasce Lemuria

Meu Corpo...Meu Templo


Reconhecer que o Espirito do Ser vive em cada um de nós, deve levar-nos a Amar nosso atual estado.
Eu e o Ser somos Um.
Você e o Ser são UM.
E conseguimos senti-lo através da permanente ligação ao nosso corpo Interior.

sábado, 19 de maio de 2012

Procurar a Deus?


Eu não diria procurar, encontrar Deus, pois como poderia você encontrar aquilo que nunca perdeu, a vida que você é?

A palavra Deus é limitativa, não só por causa dos milhares de anos de perceção errada e uso abusivo, mas também porque sugere uma entidade separada de si. 
Deus é o SER propriamente dito, não é um ser. 


Não pode haver aqui relação sujeito-objeto, nenhuma dualidade, nenhum você e Deus. Compreender Deus é a coisa mais Natural que há. 
O facto espantoso e incompreensível não é que você possa tornar-se consciente de Deus, mas sim que você não possa tornar-se consciente de Deus.

Fonte: Eckhart Tolle

sexta-feira, 18 de maio de 2012

O Mundo é aquilo que você Pensa que ele é.

imagem copiada pela net

Neste caso, o Pensar tem um sentido mais amplo, onde incluímos as ideias, as convicções, as crenças, as imagens mentais, ou seja tudo o que está, o que chega e o que é imaginado na nossa “cabeça”.

Se o Mundo é aquilo que nós pensamos que ele é, isto significa que nossos pensamentos, (a nossa observação) interagem com a “realidade”.
Com isto podemos dizer, que não são os nossos atos que determinam a experiencia da realidade, mas sim, nossas ideias, juízos e interpretações acerca deles.
Por exemplo, arranjar um novo emprego pode ser um fato.
Este fato muda a nossa realidade, mas esta mudança não se deve apenas ao fato de arranjar trabalho, mas sim ás crenças (conscientes e inconscientes) que fizemos ou temos sobre o assunto.
Se pensar, que está apto para este novo emprego, que o merece, que ele é favorável a seu crescimento, vai ter um tipo de experiencia. Se pelo contrário, se pensar que este trabalho implica muita responsabilidade, com um ordenado pequeno, nossa experiencia será muito diferente.

Não estou a dizer, que nós humanos controlamos a realidade, mas interagimos e contribuímos para determinados resultados.
Acredito que a realidade é o resultado de uma interação de infinitas variáveis.
Acredito que nossas crenças favorecem ou não a nossa vida, se arranjamos emprego, se temos dinheiro, se temos amigos, enfim nossos “pensares” serão como co-criadores de tudo à nossa volta.
A imagem que temos de nós mesmos, de como somos e quais são os nossos “dons”, nossos talentos, defeitos, abrirão algumas “portas “ e fecharão outras.

Quando era mais jovem, queria Mudar o Mundo, agora que sou mais Sábio, vejo que tenho de me mudar a Mim”
Não faz sentido alcatifar as estradas do Mundo, para não magoar os pés, temos é de usar sapatos, não interessa mudar o Mundo, ele muda a seu tempo, o importante é que a nosso tempo mudemos os nossos olhos… 

Você é rico como este homem?

imagem copiada net

“Tenho a intenção de processar a revista "Fortune", porque fui vítima de uma omissão inexplicável.
 Ela publicou uma lista dos homens mais ricos do mundo, e nesta lista eu não apareço.
 Aparecem: o sultão de Brunei, os herdeiros de Sam Walton e Mori Takichiro. Incluem personalidades como a rainha Elizabeth da Inglaterra, Niarkos Stavros, e os mexicanos Carlos Slim e Emilio Azcarraga.
Mas eu não sou mencionado na revista.
E eu sou um homem rico, imensamente rico.

Como não, vou mostrar a vocês:

Eu tenho vida, que eu recebi não sei porque, e saúde, que conservo  não sei como.

Eu tenho uma família, esposa adorável, que ao me entregar sua vida me deu o melhor para a minha; meus filhos maravilhosos dos quais só recebi felicidades, netos com os quais pratico uma nova e boa paternidade.

Eu tenho irmãos que são como meus amigos, e amigos que são como meus irmãos.
Tenho pessoas que sinceramente me amam, apesar dos meus defeitos, e a quem amo apesar dos meus defeitos.
Tenho quatro leitores a cada dia para agradecer-lhes porque eles leem o que eu mal escrevo.

Eu tenho uma casa, e nela muitos livros (minha esposa iria dizer que tenho muitos livros e entre eles uma casa).

Eu tenho um pouco do mundo na forma de um jardim, que todo ano me dá maçãs que iria reduzir ainda mais a presença de Adão e Eva no Paraíso.

Eu tenho um cachorro que não vai dormir até que eu chegue, e que me recebe como se eu fosse o dono dos céus e da terra.

Eu tenho olhos que veem e ouvidos para ouvir, pés para andar e mãos que acariciam; cérebro que pensa coisas que já ocorreram a outros, mas que para mim não haviam ocorrido nunca.

Eu sou a herança comum dos homens: alegrias para apreciá-las e compaixão para irmanar-me aos irmãos que estão sofrendo.
E eu tenho fé em Deus que vale para mim amor infinito.
Pode haver riquezas maiores do que a minha?
Por que, então, a revista "Fortune" não me colocou na lista dos homens mais ricos do planeta?"

E você, como se considera? Rico ou pobre?
Há pessoas pobres, mas tão pobres, que é a única coisa que possuem é... DINHEIRO.

Fonte: Armando Fuentes Aguirre (Catón)

quinta-feira, 17 de maio de 2012

O homem que plantava arvóres

Nesta quinta – feira (feriado municipal em Vila Franca de Xira – quinta-feira de espiga), trago-vos uma história.
Uma animação vendedora de Óscar, onde a moral da história é “a importância do trabalho árduo e a paciência”.

Conta a história de um homem bom, simples, um pastor, que em sintonia com a Natureza faz crescer uma floresta onde antes era uma região árida e inóspita.
As sementes por ele plantadas representam a Esperança, de que é sempre possível deixar pra trás um mundo mais belo e melhor

quarta-feira, 16 de maio de 2012

A Gratidão funciona Sempre.

imagem copiada da net

Recebe presentes?
Quando recebe ou quando oferta, o que pensa?
Se alguém lhe oferecer um presente, vamos supor que é uma mala branca, o que diz?
Oh! Não faz muito meu género, não gosto assim tanto desse tipo de mala… e branca?” Ou
Muito obrigada, é muito amável, gostei muito”
A pessoa que ofereceu o presente, vai agir de forma diferente perante as duas reações.
A que não gostou, dificilmente volta a receber alguma coisa.
A que agradeceu, volta a receber, e criou todo um conjunto de fatores para que se lhe dê mais.

A Gratidão funciona sempre.
Quem também ama a gratidão é o Universo.
O Universo, Deus, o Ser, chamemos-lhe o que entendermos, dá continuamente. 
Mas se ao dar, receber como resposta uma vibração de não gostei, na próxima será que dá?
Não há erros… é nos dado de acordo com a vibração (pensamentos, ações, palavras, etc) que emitimos, tal qual como um íman.

Voltando ao presente “mala branca”, suponhamos que não gostamos mesmo da mala.
Vamos dizer “que linda”?
Não.
 Vamos dizer “ muito abrigada, lembrou-se de mim, gostei muito
Quando diz “gostei muito”, tanto pode ser referente ao presente, como ao ato de ser presenteada, o que importa é emitir um sentimento de gratidão.
Depois…o que faz com a mala, é decisão sua… pode sempre oferece-la a quem goste, pode doa-la a instituições, etc…

Com o Universo, com a Fonte, passa-se algo semelhante.
Às vezes recebemos presentes que não gostamos, mas não podemos ser ingratos, até porque fomos nós próprios que demos as coordenadas erradas.
Vamos ter que receber, gerir e manter-nos num estado de Gratidão, para que na próxima o “presente” nos faça dizer:
 “ Oh! Que lindo…que bom… muito…muito obrigado…

terça-feira, 15 de maio de 2012

Quem foi Arnold Ehret?


O professor Arnold Ehret, foi o criador do sistema de cura – Dieta Amucosa.
 Nasceu a 27 de julho de 1866, em Freiburg.
Apesar de não possuir uma licenciatura em medicina, parece que estava destinado a realizar a sua missão como medico.
Estamos a falar no período final de 1800 para 1900, quando a classe médica utilizava o mercúrio para curar doenças, baseando-se nas teorias de Pasteur, de que o micróbio era a causa.

Foi-lhe declarado uma doença incurável.
Os médicos da época deram-lhe uma sentença de morte, mas como há males que vêm por bem, este prognóstico fez despertar o seu espirito indomável, que acabou por ser uma característica marcante deste homem maravilhoso.
Sua determinação em curar-se foi tão bem sucedida, que muitos outros sofredores o obrigaram a ajuda-los a recuperar a saúde.

Desmascarar as causas da doença
Ehret estava interessado em desmascarar as causas da doença, para isso foi estudar para Berlim, mais tarde abriu uma clinica na Suíça.
O seu grande conhecimento prático sobre Saúde, ele adquiriu em contato direto com milhares de pessoas que se recuperaram nesta clinica na Suíça, muitas delas chamadas de doenças incuráveis.
A forma como levava o seu trabalho, demonstrava que não prevalecia interesses económicos, além disso a sua vida extremamente frugal não lhe exigia grandes preocupações financeiras.
Arnold Ehret era Vegan e defendia os direitos dos animais

O que é o sistema de cura - Dieta Amucosa?

Em primeiro lugar é importante perceber - o que é um sistema?
Um sistema é uma serie de procedimentos ou métodos para realizar certas ações que conduzem a um resultado preciso.

O que é a Cura?
Neste caso, o resultado desejado é a Cura.
E cura NÃO é unicamente o estabelecimento de saúde através do desaparecimento de sintomas.
Uma pessoa tem dor nas costas, o médico administra-lhe analgésicos anti-inflamatórios, e a dor vai embora. É normal que volte aparecer numa próxima vez e outra mais, tornando a situação cronica.

A definição de Cura que pertence ao entendimento da Dieta Amucosa de Ehret é a seguinte:
A cura é um processo natural, onde o corpo se equilibra. 
O objetivo da dieta é ajudar o corpo a reparar-se e gradualmente ir removendo todos os obstáculos, como os depósitos de material fermentado, toxinas, venenos, produtos químicos, mucos e tudo aquilo que não pertence à composição natural do corpo. Micróbios, bactérias ou vírus, o que você quiser chamar, não vão crescer num solo limpo fisiologicamente, podem passar "umas férias", mas não vão gostar, vão embora.

Erhet, achava que os humanos na época (imagino se ele visse as nossas despensas e frigoríficos nos dias de hoje) tinham uma dieta que criava muco.
Neste caso, muco é um termo com um sentido mais alargado do que simplesmente uma secreção nasal ou a secreção da membrana protetora intestinal.
Muco, é uma substância na maior parte das vezes pegajosa, tipo catarro, colesterol, pus, etc… sempre que existe uma inflamação, seja em que local do corpo, existe sempre muco. Sempre que se desenvolve uma …ite ou uma…ose é porque no local existe condições mucosas para que isso suceda.
É interessante verificar, que Ereth não é o único a falar em muco, a Medicina Tradicional Chinesa à 5000 anos que fala em mucosidade e vai mais longe diferenciando-a em vários tipos, como mucosidade-calor, mucosidade-frio, etc…

Resumindo, toda a “Cura” que ele restabelecia era assente na ideia de que por trás de todos os problemas, a causa por traz de todas as mucosidades era UM CORPO INTOXICADO.
Se estava intoxicado, tinha “coisas” que bloqueavam os circuitos normais, assim como as suas funções, além de trazer sintomas desagradáveis e dolorosos.
A sua principal e única “receita” era a DESINTOXICAÇÃO.


Un Maestro che praticava quello che predicava
I principi che si apprendono se applicati ci permettono di avere una vita attiva ed energica, libera dagli avvelenamenti a cui tutti purtroppo in maggior o minor misura siamo oggi soggetti.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

“Espreite” …Veja se é Seu

imagem retirada net
Tenho escrito aqui muita coisa, que faz parte do meu Caminho.
Mas não é minha intensão, de forma alguma “vos esmagar” com aquilo que eu acredito ser o certo.
Este “Mundo Higeia” é um transbordar do que há em mim.

Perguntaram-me “mas o que é que está certo?
 Que dieta é a ideal? ~
Tu falas no cru, e na fruta…o outro diz que não se pode comer mais de 2 peças por dia, muito menos sumos, pois sobe a insulina…que vamos fazer?
A quem seguir?
Há de tudo…para todos.

O meu caminho, pode não ser o seu caminho, a minha dieta ideal pode não ser a sua, os meus valores, não são os seus, a minha evolução espiritual pode não assentar nos parâmetros da sua.
No entanto acredito que é necessária a comunicação, para que cada um a grosso modo possa se identificar, pois comunicar os nossos sentimentos e conhecimentos com honestidade fortalece a parceria e contribui para a harmonia geral.
A harmonia de cada um se encontrar consigo, com a sua verdade, o seu caminho.

Quando fico frente a frente com algo que até então não tinha pensado, posso aceitar ou não, posso permitir que ele faça parte da minha verdade, ou parte da minha rejeição, como por exemplo: quando alguém me diz, que comer carne faz parte da boa alimentação do ser humano, e que tem de restringir a fruta, como na dieta muita falada do paleolítico, desculpem…não entra, não aceito…logo não faz parte da minha verdade. Não preciso nem de usar a mente para explicar, a reação é visceral.

Mas, para mim tudo está certo, e talvez até “tudo seja necessário”, nesta terceira dimensão há de tudo, cada um tira o que lhe pertence, temos é que não deixar de “espreitar” para ver aquilo que é nosso… e se aquilo que é meu, for também seu, nós nos encontraremos…

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Ver…ou Não Ver Televisão?

Ver televisão é atividade (ou melhor a não-atividade) de lazer favorita de milhões de pessoas no Mundo.
Inúmeras pessoas consideram que ver televisão é “relaxante”.
 Observe-se atentamente.

 Com certeza irá descobrir que quanto mais tempo o ecrã permanece no centro da sua atenção, mais a sua atividade mental é suspensa, e que durante longos períodos de tempo você vê talk shows, concursos, series cómicas e até anúncios quase sem que qualquer pensamento seja gerado pela sua mente. Não só já não se lembra dos seus problemas, como se liberta de si próprio temporariamente.
Existe alguma coisa mais relaxante do que isto?

Então, ver televisão cria ESPAÇO INTERIOR?
FAZ-NOS ESTAR PRESENTES?
Infelizmente não.
 Apesar da nossa mente não gerar quaisquer pensamentos durante longos períodos de tempo, ela liga-se à atividade mental do programa televisivo.
 A nossa mente só está inativa pelo fato de não estar a produzir pensamentos. Contudo, está permanentemente a absorver pensamentos e imagens transmitidos pelo ecrã da televisão. Isto induz um estado passivo de grande suscetibilidade semelhante ao transe e à hipnose. Por isso é que pode estar ao serviço da manipulação da “opinião pública”, como os políticos, os grupos económicos e os publicitários bem sabem, razão pela qual pagam milhões para nos apanhar nesse estado de inconsciência recetiva.
Eles querem que os seus pensamentos se tornem os nossos pensamentos e, geralmente são bem-sucedidos.

Por isso, quando vemos televisão a tendência é para ficarmos abaixo do pensamento, e não acima dele. A televisão tem isto em comum com o álcool e com algumas drogas.
 Embora nos aliviem um pouco da nossa mente, pagamos um preço elevado: a perda de Consciência.

Fonte: Eckhart tolle em “um novo Mundo”

quinta-feira, 10 de maio de 2012

A dor, o sofrimento e a doença são um “dom” da Natureza.


Alguém certamente vai ficar a pensar: “ Você está louco?”

Como é que alguém poderia pensar mesmo que remotamente, que doença é uma “coisa boa”? 
Além disso sabemos que a doença, o sofrimento traz dor.

Você continua a pensar: “ só um louco pode pensar que a doença não é má, é um “dom” e bom.”
Se ainda, eu lhe disser que sou médico oncologista, acredito que você me manda para o hospício.

Garanto-vos que eu não perdi a razão.
Se você tiver paciência de ler todo o artigo, acho que vai entender porque não me tornei louco. Embora, verdade seja dita, um pouco de loucura saudável ajuda a viver bem. Mas isso é outro assunto.

Existe uma doença rara, estranha de origem genética chamada de “Analgesia congênita”, que pode ajuda-lo a compreender.
É uma doença que se carateriza pela ausência total de dor. 
Talvez pense ”bem…uma pessoa pode viver sem dor”. 
Devo dizer-lhe que pelo simples fato de terem este “defeito” de não sentirem dor, a vida dessas pessoas não ultrapassa os 10 anos.

Batem, partem, sangram e não percebem isso. Queimam a mão e não sentem, mordem a língua, até a podem comer, que não sentem, etc,…
O fato é que estas crianças morrem muito cedo só porque lhes falta a capacidade de sentir dor.

Porque a dor, e a doença são um “dom” da Natureza?
Porque nos diz quando falhamos.
É como a luz no painel de seu carro que lhe avisa que há algo errado.
Se a luz no painel do carro diz que a temperatura da água é muito alta, o que faz? Continua andar? Acho que não.
O mais sensato é entender o significado da lâmpada, e encontrar a solução certa.

NADA ACONTECE POR ACASO.
Nenhuma doença ou sofrimento acontecem por acaso. 
Cada doença é sempre o resultado de erros.
A doença é como um GPS que avisa quando você erra o percurso, não é o caminho certo. Então o que fazer? Você com a colaboração de médicos especialistas, vão entender a mensagem.

Não é por acaso que o sofrimento é um grande professor da vida

A minha carreira como pesquisador e médico oncologista, absolutamente livre e independente das empresas farmacêuticas ou qualquer outra organização económica poderosa, leva-me a dizer com absoluta convicção, que qualquer doença é uma resposta perfeitamente normal a um ambiente patológico ou a um estilo de vida “anormal”.

Mas o ambiente e o estilo de vida patológica são consequência natural de um espirito doente. Um espirito doente é um espirito caraterizado por pensamentos, crenças, valores, emoções, sentimentos e estados de animo patológicos.

Remova a causa e o efeito desaparecerá.

Todo o sofrimento destina-se a comunicar a mensagem de que algo está errado na sua vida.

Acredito que o que eu argumentei despertou em você alguns pensamentos e sentimentos, mas esta é a base da Medicina Holística. A combinação de diferentes pontos de vista é a melhor maneira de andar para a frente e melhorar o conhecimento do Mundo.

 Ninguém é tão pobre que não tenha nada para ensinar e ninguém é tão rico que não tenha nada a aprender.
Muito obrigado pela vossa atenção.
Dr. Claudio Pagliara

Dr. Claudio Pagliara nasceu em 1952 em San Vito Norman, pequena província de Brindisi, onde vive atualmente e onde atende pacientes, principalmente na sua especialidade medica – oncologia.
Em 1976 publicou um livro “ a toxicidade das drogas”.
Seu sonho e objetivo de vida é pesquisar, desenvolver, selecionar e divulgar os segredos e os conhecimentos da medicina Holística, para ajudar as pessoas a melhorar a qualidade e a duração de vida. Ajuda tantas pessoas quanto é possível, a oportunidade de curar de forma mais eficaz e eficiente a partir de qualquer doença – incluindo o cancro – e a tornar a vida mais rica, mais energética e emocionante.
Fonte: www. Claudiopagliara.com

Tem algum sentido tentar mudar o Mundo?

imagem retirada net
Se não gosto daquilo que “vivo”, não há remedio externo, só é possível uma mudança da Consciência Interna.

Todas as relações são espelhos.
Aqueles que amamos e aqueles que não gostamos também são espelhos.
Através do espelho das relações podemos ampliar a nossa consciência.
Normalmente as pessoas que nos atraem, são aquelas nas quais encontramos traços de personalidade que queremos ter em nós mesmos. E não gostamos das pessoas que têm traços que negamos em nós mesmos.

Ao passarmos a uma Consciência mais elevada através de vermos este espelho nas relações, reconheceremos que a ATENÇÃO e a INTENSÃO são os propulsores dessa transformação.

Aquilo, onde colocamos nossa atenção existe.
Aquilo donde tiramos nossa atenção desaparece.
A atenção converte-se em energia que cria as coisas e a intensão converte-se em transformação.
Estes são os dois aspetos que a consciência utiliza para se manifestar.
À medida que vamos utilizando a atenção e a intensão, experimentamos a realização sem esforço.
Não nos pertence mudar o nível espiritual dos outros, mas sim controlar o nosso próprio progresso espiritual.

Resposta de Deepack Chopra

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Gente Toxica

imagem retirada net

Este é o nome do livro do psicólogo, escritor Bernardo Stamateas.

Uma das coisas que mais fazemos na vida, é nos relacionar com os outros. 
Com umas pessoas nos curamos, com outras adoecemos.
Recebemos bênçãos ou maldições atravez de pessoas, tudo flui dos outros e para os outros.
É muito importante sabermos nos RELACIONAR.

Muitos problemas de saúde vêm, de não se saber relacionar com os outros.
É importante que cada um saiba com quem quer estar, e de quem tem de se afastar…porque existem pessoas que nos complicam a vida.


Vamos ver alguns tóxicos:

O CULPADO
Culpa é a raiva contra nós mesmos.
Esta culpa é criada na infância, principalmente quando existe uma mãe que diz “ me sacrifiquei por ti”fiz tudo, não dormi, trabalhei tanto, tudo por ti”.
 Diz para si mesmo, “eu tenho raiva contra mim mesma porque não alcancei o ideal que teria de alcançar”
 Este quadro, muitas vezes começa na época escolar, quando a criança chega a casa com uma nota de 12 e a mãe diz que era melhor um 13, ou conseguiu um 15, mas lhe é exigido um 18.
Mas, mãe, eu estudei…só que…”
“ Problema teu…só tens de ter as notas…vais ficar de castigo”. Aqui começa o “ sempre falta” qualquer coisa, e quando não se consegue, vem a punição.
 Começa o sentimento de raiva e de não satisfação com nada.

O INVEJOSO
O problema do invejoso é a autoestima baixa.
 Ele pensa “eu quero aquele carro, mas eu não vou conseguir”, então desclassifica, diz mal do carro.
Disseram-me que não era tão bom assim…ao fim do tempo deu aquele problema…”.
Quase sempre, junto de um mal dizer há um sentimento de inveja, do tipo “se eu não posso ter, vou desclassificar, reduzir”

O AGRESSOR VERBAL
O agressor é um inseguro.
 Necessita de mostrar-se como poderoso, como forte, porque esta capa tapa a insegurança.
Quando uma pessoa está segura, não necessita de se impor tanto.

O FALSO
O problema do falso, é o medo da rejeição.
 Pensa, “se eu mostro a minha verdadeira imagem, quem eu sou, vão-me rejeitar…e eu não quero que me rejeitem”, então a solução passa por construir uma imagem desejada para mostrar e para ser aceite.
O engraçado é que acaba mesmo por ser rejeitado, porque por mais mascaras que use, o ser humano tem intuição, lê nas entrelinhas e acaba não confiando nessa pessoa.

O AUTORITÁRIO
O autoritário necessita mandar, necessita destruir para se sentir poderoso.
Humilham, desclassificam os outros, etc..
São inseguros…

O QUEIXOSO
Queixa…se queixa, até molestar os outros.
Pensa que nessa forma (sofrida) angaria algum prestígio, algum respeito.

O MANIPULADOR
Vê o outro como um objeto, como um objeto de consumo, não vê de igual para igual.
 É um Drácula, se puder chupa o sangue todo, a energia e depois descarta.
O manipulador pode fazer tudo que não sente culpa, não sente angustia, ele tem as emoções bloqueadas.
Não é feliz e não permite que os outros o sejam.
 Age por pensamento-ação, por exemplo, “vou comer” e vai imediatamente comer, não pensa se deve, se é o momento, etc..são pessoas que não avaliam. A estas pessoas, a vida tanto pode ir muito bem, como ir muito mal.

TEIMOSO
Todos somos teimosos
É uma construção grupal.

Quem não é toxico, não julga.
A verdade não existe, é uma construção da mente, tudo o que vemos é observado do nosso lugar, logo cada um vê de angulo diferente. A solução é colocar-nos no lugar do outro e perceber. Isto se chama empatia, muito defendida pelo budismo.

Todos temos uma parte equilibrada, saudável, só temos que deixar que ela cresça.
Todos temos uma parte toxica, só temos que a diminuir.

Fonte: baseado numa entrevista de Bernardo Stamateas.