Mundo Higeia

Bem Vindo a este Mundo!

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Documentário a ser visto

É muito fácil, sermos levados pelo inconsciente colectivo, pela cultura e pela genética.
Por isso é importante acordar esse estado “robótico” em que a Sociedade se encontra.






Que conclusões tiraram?


 

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Contacte o seu Corpo

Cada Um de nós é Um Mundo.
E cada Um destes Mundos vive e é governado por Uma Consciência.
 A Consciência de cada Um de Nós.
E Estes Mundos vivem uma Vida tão preenchida, que nunca se lembram de contactar com o seu Ecossistema interno.
Estas Consciências tinham que visitar “o planeta Fígado”, o “planeta Pulmão”, verificar o “astro Rei - Coração”, enfim trazer Luz para que habitasse Harmonia.

Quem se lembra disto?
Quem se lembra de enviar gratidão ao Coração, pois ele bate sempre, quem se lembra de pensar no Estômago e em todo o seu esforço em digerir o que muitas vezes não conhece?
Qual foi a ultima vez que pensou no seu Intestino?
Já Sei.
Foi quando lhe doía a barriga, estava com diarreia.
Quando tudo está bem, permanecemos inconscientes do nosso corpo, aí vem o desequilíbrio, uma doença e zás, você faz contacto imediato com o corpo.
 Dói-lhe o joelho, você contacta o joelho, pensa nele, passa-lhe as mãos, no fundo acaricia a parte doente. E faz bem.

Mas, tente ir visitar o Mundo (corpo) que lhe sustenta a Consciência nesta dimensão, quando TUDO ESTÁ BEM.
O corpo é Maravilhoso, é um Fenómeno, um Milagre, é um local que tem que ser Visitado, Explorado, Sentido.
Só assim podemos começar a entender-nos.

Os mestres taoistas, tinham a Meditação do Sorriso Interno, que consistia em enviar a vibração do sorriso a todas as partes do corpo, e assim alcançavam Saúde, Felicidade e Longevidade.
Lembre-se que quando sorri, quando contacta com o Ecossistema Interno, está a banha-lo em Amor. E o Amor recupera e rejuvenesce. O Amor, como disse o apóstolo Paulo “cobre uma imensidão de pecados”, cobre todos os “pecados” que tenhamos feito.
Somente o Amor…

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Cura de Cancro com sumos e verduras

É do conhecimento de quem o quer ter, o sucesso das terapias complementares em problemas de Saude, inclusive o cancro.
Todas as doenças se solucionam com a Não agressão ao corpo, e com a participação do paciente.
Com desintoxicação, com limpeza, com nutrição adequada, com bons hábitos de vida, acredito que só não melhora quem não quer ou já se deteriorou muito.
No vídeo abaixo, está a história de um homem que se curou de cancro com sumos e verduras, seguindo a terapia Gerson.
Para quem não tem cancro, mas como a MELHOR PREVENÇÂO, que tal alterar o seu café com leite da manhã (que esse não cura nada) por um bom suco. Um suco de VIDA. Mudar as batatas fritas por um bom prato de salada. No fundo é desactivar hábitos e criar outros.
O vídeo está em espanhol, mas percebe-se bem.
Na maioria dos casos a Simplicidade é tudo, é voltar a ingerir aquilo que o organismo reconhece como alimento, que alcaliniza, não gastando muita energia a ser digerido, é simplesmente aumentar o Saldo de Saúde e tudo o resto será aniquilado.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Obesidade Infantil

Há o provérbio que diz”a quem tem fome, não lhe dês peixe, ensina-o a pescar”. A mesma regra deve ser aplicada às pessoas da nossa Sociedade que vivem situações desequilibradas, prejudiciais para elas mesmas e para os outros.
 Não é” obrigar a como viver”, é “ensinar a viver” .
Sabe-se que nos países “ditos” mais desenvolvidos, a obesidade infantil é uma realidade, e muitas vozes se pronunciam apresentando formas de resolver o problema.
Uma delas foi do Dr. David Ludwig, que é professor de pediatria com especialidade em endocrinologia pediátrica, e director do programa de obesidade em Boston.
Ele sugeriu que as crianças obesas deviam ser retiradas de seus pais pelas autoridades estaduais para a sua segurança, explica que estas crianças deviam ficar longe de seus pais naturais e colocadas num orfanato como “ultimo recurso”. E que esta era e escolha mais ética.

No seu artigo, este medico expressa preocupação com o uso excessivo da cirurgia bariatica em crianças e adolescentes, e está procurando uma solução alternativa para ajudar estas crianças a evitar a cirurgia, que é perigosa e às vezes mortal.
Acrescenta: “ em última analise, o governo pode reduzir a necessidade de tais intervenções por meio de investimentos nas infra-estruturas e politicas sociais para melhorar a dieta e promover a actividade física entre as crianças.” (1)
Este medico para falar assim, deve estar desesperado.
Mas então o que fazer?
Para mim, a coisa só melhora se “ensinar-mos a pescar”, e não é com palavras, é com acções.
Temos de cultivar em cada criança, o Amor e o respeito pelo seu corpo. Temos de mostrar que neste Mundo existe tudo, mas nem tudo nos convém, temos de seleccionar, e para isso temos de aprender.
E esta responsabilidade cabe a cada pai e cada mãe, a cada avó ou avô, a toda a gente. Preocupamo-nos tanto com as boas notas, com a boa educação, com a boa imagem, e esquecemo-nos que tudo isso sem Saúde, não vale a pena.
É urgente perceber entre “comida” que se vende nos supermercados e alimentos para nutrir o corpo, e este conhecimento precisa ser adquirido por todos, porque temos a responsabilidade de deixar o Mundo melhor do que quando chegamos.
Pensemos nisto…
(1) Natural new

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Mais Sol – Menos Roupa

Aceito aquela ideia de que “inventamos, inventamos para no fim descobrir que não precisamos  de inventar nada”, talvez esteja tudo inventado.
Inventou-se a roupa. Mas porquê?
Por protecção, devido ao frio?
Parece que não.
A historia mostra diferentes civilizações que se vestiam, mais por motivos culturais, como decoração ou ornamento do que por necessidade. (1)
Não estou a defender “andar nu”, até porque eu tapo-me bem, mas parece que era mais saudável expormos o nosso corpo, a nossa pele ao sol.
 Esta introdução, foi simplesmente para dizer que uma das coisas mais importantes que nós podemos fazer pela nossa Saúde é aprender sobre os BENEFICIOS DA EXPOSIÇÃO SOLAR e da obtenção da Vitamina D.
A importância da Vitamina D está a ser tão grande, que já a chamam de nutriente do século. Quando entra no organismo funciona de varias maneiras, parece que é “pau para toda a obra”, pois ela controla, regula, absorve, protege, enfim precisamos dela.

Como vamos obtê-la?
O Dr. John Cannell, disse “os seres humanos produzem milhares de unidades de vitamina D, quando expõem seu corpo nu ao sol, mesmo por poucos minutos”.
Mesmos nos países como é o caso de Portugal, em que o astro Rei brilha,  parece que há muita deficiência desta vitamina.
Será que não andamos ao sol?
Será que protege-mos demasiado?
Será que os protectores solares anulam esta fabricação de vitamina D?
Seja como for, temos é de tomar este grande medicamento, que ainda por cima é de graça.

Quais os sintomas de deficiência de Vitamina D?
Pode provocar dor crónica, ossos fracos, infecções recorrentes, depressão, etc.
Mas nem todas as pessoas com níveis baixos de vitamina D apresentam os mesmos sintomas.
Porque o grande sintoma é a diminuição do nível da SAUDE, e quando ela desce, desequilíbrios surgem.

Não há duvida que fabricávamos muito mais Vitamina D se andássemos menos vestidos, deixando nossa pele ser banhada pelos raios solares.
Seria como “viver na tribo”, com tudo à amostra, tudo pendurado, tudo arejado, com todo o corpo tonificado pela luz solar e muita VITAMINA D…
Tal qual a Natureza nos fez…

(1) Wikipédia

sexta-feira, 15 de julho de 2011

OSHO

Aquilo que disse, que foi escrito, e que hoje chega aos meus ouvidos, aos meus sentidos, à minha Alma, se une a mim.
Ele faz-me rir, chorar, pensar, reflectir, faz-me feliz, faz-me sentir a Presença – Deus.
Ele é OSHO
A primeira vez que li suas palavras, vou admitir, confundiram-me, era liberdade a mais, não estava habituada. Com o tempo, entendi, e entendi que Liberdade, Amor, Beleza, são sinónimos.
Confesso que concordo com TUDO, aquilo que são as palavras de OSHO.
Para mim, é pura sabedoria, é entender para lá do que se vê e do que sente, é perceber a Consciência, é perceber a nossa Essência Divina, é aprender a ser Humano.
Considero, que o meu Mestre é a Vida, mas tenho que agradecer, ter conhecido OSHO. É muitas vezes a minha alavanca.
Deixo-vos um vídeo, que circula no youtube. Agradeço ao seu autor.
Os 10 NÂO MANDAMENTOS DE OSHO
EU AMO O MUNDO, MAS ESTE HOMEM É ESPECIAL...

PH - Parte II

Porque é tão importante para a nossa Saúde?
Quando observamos, o “mundo das formas” este Mundo que experienciamos atravez dos nossos sentidos, percebemos que tudo se mantém dentro de um equilíbrio. Tudo vive dentro da sua própria harmonia, até o nosso sangue.
O PH do sangue humano está entre 7,36 a 7,42. Estes valores mostram que nosso sangue é levemente alcalino, e mais importante é que não pode variar além disto, pois iria comprometer a Vida. Se o PH do sangue descer para um valor de 6,95, levemente ácido a pessoa poderá entrar em coma.
Há estudos que indicam que as doenças somente prosperam em ambientes ácidos.
A capacidade de transporte de oxigénio pela hemoglobina diminui à medida que o seu sangue se torna mais ácido, por isso um dos sintomas de acidez é o cansaço extremo.
Este equilíbrio é tão importante, que a Natureza não nos colocou no controlo, ainda fazíamos asneira.
Mas é deveras interessante, diria mesmo apaixonante verificar os complexos processos bioquímicos que ocorrem constantemente na tentativa de manter o pH do sangue tão próximo quanto possível da perfeição. É de ser-se grato, a todas as células, que compõem o nosso corpo, pois elas lutam até morrerem para que nós nos mantenhamos Vivos.
O que provoca a Acidificação do nosso corpo?
Pessoa ácida
O corpo é “ alcalino pelo design, mas as suas funções são acidificantes”, isto significa que todos os processos metabólicos do corpo produzem grandes quantidades de ácido, embora as nossas células e tecidos precisem de um ambiente alcalino, sendo que o corpo vai fazer de tudo para manter este PH alcalino.
As emoções, os sentimentos, as actividades físicas e mentais também têm o poder de acidificar ou de alcalinizar o nosso universo interno.
Na prática significa que o nosso corpo necessita de um combustível alcalino (comer alimentos de natureza alcalina, ter somente emoções e pensamentos positivos) sendo que o subproduto das actividades humanas são ácidas.
Esta Acidificação não ocorre apenas pelas suas próprias funções corporais, mas por um desequilíbrio na dieta, que nos dias de hoje, é altamente acidificante, produzindo um meio ácido para células, tecidos, órgãos e finalmente sangue. Este desequilíbrio prepara o palco para o caos, abrindo a porta para doenças, doenças de todos os tipos.
Os pensamentos ou os estados emocionais negativos também produzem acidez, assim como um estilo de vida sedentário. Medicamentos, radiações, produtos químicos, que se encontram na água, no ar e na comida também agravam o problema.

Temos que reduzir muito, muitíssimo os alimentos que dentro do nosso corpo tem uma acção ácida.
 Por exemplo: açúcar branco (toda a doçaria), farinhas brancas, carnes e proteínas animais, fritos, alimentos com aditivos, alimentos industralizados, as refeições cozidas-congeladas-aquecidas (muitas vezes no micro-ondas), refrigerantes, etc. Estes e muitos mais a que chamamos alimentos são conhecidos pela sua natureza biocida (matam a Vida), e nós só vivemos muitos anos, porque fomos feitos maravilhosamente. Mas vivemos doentes (hoje fala-se na famosa cronicidade, grande parte das doenças – dizem os médicos – são crónicas – para toda a vida), e estes alimentos são os grandes culpados da baixa de vitalidade e produtividade do organismo, são os grandes culpados pelas nossas acompanhantes doenças.
 Porquê?
Principalmente porque o processo de metabolização destes é ácido, provoca uma descida no PH interno.
Então, se a nossa alimentação se basear em farinha branca (pão, massas, etc), carne, sopa (feita 1 vez por semana, congelada e aquecida), sobremesas doces, bolachas, chocolates, leites e derivados, vamos ficar muito ácidos?
Já sabemos que o sangue não pode descer a baixo de 7, 36, logo a Sabedoria Interna do Corpo, tem de equilibrar este PH.
Como? Indo buscar onde existir reservas alcalinas (bases) para promover o equilíbrio. Normalmente estas reservas, que são basicamente minerais alcalinos estão nos ossos, nos dentes, em tecidos do nosso corpo.
 Há quem defenda que a osteoporose não é falta de cálcio, pois ele somente sai do osso, porque o meio é ácido.
Um corpo saudável tem sempre uma reserva de minerais alcalinizantes para qualquer emergência. Mas se há poucas reservas, se os alimentos ingeridos não oferecer, então a inteligência interior vai buscar noutro lugar que pode ser ao sangue ( sódio e o potássio), ossos e cartilagens (cálcio) ou músculos ( magnesio) onde existir. Isto leva a deficiências e a vários estados doentios.




Que alimentos alcalinizam o nosso sangue?
Os sais minerais são os principais responsáveis pela manutenção da nossa saúde celular, sustentam o nosso corpo (sangue, músculos, tendões, dentes) alcalinizam ou acidificam o nosso meio interno, consoante a necessidade do organismo.
Os alimentos que mais contribuem para este estado de equilíbrio são as frutas frescas e secas, as sementes (cruas e germinadas), raízes, legumes, todas as folhas verdes, e tudo CRU, da forma que a Natureza criou – porque somente ingeridos desta forma, podem nos dar os sais minerais, enzimas digestivas, vitaminas, agua e fibras, ou seja nutrir o corpo e alcaliniza-lo.

Como saber se estamos ácidos ou não?
Uma uniformidade é: “ se estamos doentes, estamos ácidos”.
Apenas um exame de sangue pode revelar o pH do sangue, mas é possível acompanhar o pH do corpo, atravez de um teste simples feito em casa.
Em Portugal vende-se um produto chamado Alkala N, um pó alcalinizante, que traz junto umas fitinhas de papel, que molhamos com a urina da manhã e em comparação com um gráfico de cores, sabemos o Ph da urina.

Um Estudo
O dr. Alexis Carrel, fisiologista francês, ganhador de premio Nobel, conseguiu manter vivas, por 28 anos células cardíacas de embrião de galinha.
De que forma?
Mantendo estas células, banhadas por um líquido ligeiramente alcalino.
Se queremos que nossas células, as que formam o nosso corpo, sejam longevas, temos que proporcionar a adequada alcalinização aos líquidos corporais. E assim aumentar a longevidade celular e a nossa.

Para mim, esta explicação sobre o Ph, faz todo o sentido, TUDO é limitado dentro de uma norma.
A verificação dele (PH) dá-nos um feedback de como estamos a cuidar da “casa” da nossa Alma.





quarta-feira, 6 de julho de 2011

PH -um assunto de Saúde - para se entender e levar a sério.

Parte I
Vamos ao médico, fazemos exames, tantos exames, análises e mais análises, vamos ao nutricionista aprender a comer, vamos ao pediatra para que a Saúde das nossas crianças seja melhor, enfim, temos de admitir que nos esforçamos para ter uma melhor qualidade de saúde.
Mas será que conseguimos?
Será que o Caminho que trilhamos (grande parte humanidade) está certo?
Vejamos, que podemos fazer TUDO, mas temos que perceber (cada um de nós, não somente o medico), que a nossa saúde depende da qualidade de Vida das nossas células, que por sua vez dependem do EQUILIBRIO ÁCIDO-BASE dos líquidos que se encontram dentro e fora delas.

O que é o PH?
O termo PH foi definido em 1909, pelo bioquímico Soren Lauritz.
Significa literalmente Potencial de Hidrogenio, ou seja o Ph usa-se para indicar a concentração de íons de hidrogénio num fluido.
Quimicamente é uma subtancia dissolvida num meio aquoso, classifica-se como ácida ou alcalina. Quando existe excesso de carga positiva, falamos de um ácido, quando existe excesso de carga negativa, de um meio alcalino.
Para determinar usa-se uma unidade de medida que dá o nome de PH.
E, é atravez deste famoso PH, que determinamos se nosso meio interno, ou seja os tecidos e os líquidos do nosso corpo estão num equilíbrio ácido-alcalino.

Para medir o PH existe uma escala que varia de 0-14, onde:
PH= 0 indica o máximo de acidez.
PH = 7 – indica valor neutro
PH = 14 – indica o máximo de alcalinidade.

Qualquer medição abaixo de 7 é ácida e acima é alcalina.
 É importante perceber que a variação de 1 valor, representa 10 vezes. Por exemplo, PH de 7 é 10 vezes mais alcalino que um PH de 6, assim, qualquer pequena alteração representa uma enorme mudança.

Que importância tem o PH na nossa Saude?
Como podemos medir?
Como podemos corrigir?
Esta e outras perguntas serão respondidas no próximo poste.