Mundo Higeia

Bem Vindo a este Mundo!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Tratamento Natural Febre


O pai da medicina, Hipocrates disse:

 “dê-me uma febre e eu curo qualquer doença”.


 Quando a temperatura do nosso corpo aumenta acima do normal, significa que o nosso “medico interno” activou o seu sistema de alarme. Lembre-se, que este “médico” tem sempre razão.
Pode ser uma possível infecção, indigestão, dentição, insolação, etc. Uma certeza, podemos ter, é que nosso corpo tem algum problema que nós, enquanto seres pensantes não nos apercebemos, mas o nosso sistema interno detectou, e já accionou o seu mecanismo de defesa, subindo a temperatura.
Nos processos febris de causa infecciosa (amigdalite, otite, gastroenterite, etc) a febre constitui uma defesa do organismo que por seu intermédio activa vários mecanismos defensivos: leucócitos – glóbulos brancos responsáveis pela defesa movimentam-se muito mais, com febre o organismo forma maior quantidade de interferon (substância de acção anti-virotica) etc.
Logo febre é um” bom sintoma”.
Sendo benéfica não se deve procurar baixa-la, a não ser que produza mau estar acentuado ,ou que a criança ou a pessoa por ela acometida faça parte de família, ou tenha  um historial de convulsão.

Tenho Febre?
O termómetro é a melhor maneira de avaliar a temperatura corporal.       
Mas existe um conjunto de sintomas, presentes na febre:
  - Aumento do pulso, temos mais pulsações
  - Pode ocorrer transpiração
  - Tremores
  - Cara quente com mãos e pés frios.

Existem pessoas mais tolerantes à febre que outras. Há quem tenha 38 Graus e se sinta muito mal, normalmente são pessoas que a sua temperatura é baixa, perto dos 36 graus.
Por norma, nas crianças as temperaturas são mais elevadas, e estas suportam-nas melhor.

Devo baixar a febre?
Já percebemos que o corpo reage aos agentes patológicos, com a febre.
Então porque vamos impedir esta arma natural de vencer sozinha a doença?
A acção não é forçar, é colaborar nesta tarefa, tomando medidas de desintoxicação.
Só se a febre ultrapassar os 40 graus ou durar vários dias, ou debilitar demasiado o doente, é que se deve intervir para baixar a temperatura.

O que fazer?
-A primeira medida, é o repouso na cama. O ficar em casa.
Muitas crianças com febre, com as chamadas viroses, vão para a escola. Vão medicadas, com a dupla brufen (ibuprofeno) e ben-u-ron (paracetamol) de 4 em 4 horas.
o que eu verifiquei, é que nestas crianças, onde não se permite que haja febre, esta vai surgir durante muitos dias. Muitas vezes, aquilo que se trataria com 1 ou 2 dias de febre, passa a durar 1 semana.
- Facilitar o processo digestivo.
Fazer uma dieta de fruta ou sumos. Normalmente quando se tem febre, não se tem fome, e não se tem porque não se deve comer. Não obriguem as crianças a comer com febre. Os sumos de frutas, vão alimenta-las e hidrata-las.
 O sumo de laranja combate a febre.
O limão contribui para baixar a temperatura.
Sumo de maçã, também é benéfico.
Ir bebericando agua frequentemente.
- Aplicar compressas molhadas.
Enrolar uma toalha molhada em água fria (temperatura que sai da torneira), na zona da barriga das pernas, quando quente, trocar.
Compressa pequena de agua fria na testa.

É importante perceber, que a febre não é uma doença, na maioria dos casos é a solução dela. No entanto devemos de perceber o que lhe deu origem, qual é a sua causa.

A Febre pela visão Higeia…
 
Nota: O conteúdo deste blogue, é meramente informativo, não me responsabilizando por qualquer iniciativa que seja tomada atravéz dele. Consulte sempre o seu médico.

1 comentário:

  1. Mais uma vez, tinha uma ideia completamente diferente da febre.

    bjs

    ResponderEliminar