Mundo Higeia

Bem Vindo a este Mundo!

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Não à Revacinação


Revacinação com BCG pode ter «um efeito muito maléfico»
A conclusão é de um grupo de investigadores da Universidade do Minho

Um grupo de investigadores da Universidade do Minho descobriu que a revacinação com BCG «não só não melhora a protecção em relação à tuberculose ao longo da vida», como pode ter «um efeito muito maléfico» em termos de patologia pulmonar.

«O nosso estudo mostra que a revacinação terá de ser encarada com cuidado, como uma situação que pode variar em termos de consequências patológicas de indivíduo para indivíduo», afirmou Margarida Saraiva, que integra o grupo de investigadores.

O projecto experimental desenvolvido no Instituto de Ciências da Vida e da Saúde (ICVS) da UMinho recebeu já dois prémios, o primeiro atribuído pela Sociedade Portuguesa de Imunologia - Prémio «SPI Best Paper Award 2010» - que distingue o melhor trabalho científico na área de Imunologia em Portugal, e o Prémio Pulido Valente Ciência 2010, anunciado terça-feira.

A investigadora Margarida Saraiva explicou à Lusa que a vacinação com BCG contra a «Mycobacterium tuberculosis» ou bacilo de Koch confere protecção por um período de tempo limitado e não é cem por cento eficaz na protecção contra a tuberculose. «O nosso estudo poderá ajudar no desenvolvimento e no desenho de novas estratégias de vacinação, sobretudo, na tuberculose. Será um aspecto a ter em conta pelos vários grupos de investigação de novas vacinas», sustentou a cientista.

A equipa do ICVS usou um modelo onde os ratos vacinados repetidamente com BCG após a infecção do agente da tuberculose registavam «um aumento da citocina IL-17 (substância inflamatória), provocando danos nos tecidos do pulmão».

A Luisa do blog Horta Encantada, informou-me desta noticia apresentada no tvi24, e decidi posta-la, afim de mais pessoas poderem ler.
Generalizou-se a ideia de que as Vacinas só trazem benefícios. Parece que não é bem assim. A ideia de Segurança em relação a estes fármacos talvez tenha de ser questionada, mas isso cabe à parte científica, como mostra o que foi concluído acima.

 O que peço à Sociedade, é que permita o Livre-Arbítrio, a Democracia dos direitos do Homem, e que seja cada um de nós a decidir o que introduzir no nosso corpo.




4 comentários:

  1. Olá Higeia, boa partilha :-)
    (sou a Luísa não a Patrícia ;-)hehehehe)

    Sabes que a vacinação não é obrigatória no nosso país? Cada pessoa é livre de optar pela vacinação, ou não.

    boa semana

    ResponderEliminar
  2. Peço imensa desculpa pela troca do nome.
    A Vacina do Tétano é obrigatória em Portugal, as outras não.
    Uma boa semana para ti…

    ResponderEliminar
  3. Não faz mal a troca de nomes ;-)
    A vacina do tétano é obrigatória apenas para os trabalhadores da função pública.

    ResponderEliminar
  4. Também acompanhei esta notícia pela TVI e fiquei um bocado assustada.
    Mas como já explicou a Luísa, nós aqui em Portugal podemos decidir se queremos uma vacina ou não.
    Aqui houve uma grande campanha pela vacinação contra a gripe A, mas, decidimos não aderir à esta vacina.
    Temos de estar muito atentos!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar