Mundo Higeia

Bem Vindo a este Mundo!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Agrião

Todos os sábados encho minha cozinha de energia verde. Quero que esta energia chegue á minha alma e que eu fique também verde. Verde para mim, é a cor da natureza, da erva, da clorofila, do ecológico. Enquanto Humanidade, precisamos urgentemente de “sermos verdes”.

Hoje, falo-vos do Agrião.
Nos tempos antigos, gregos e romanos, consideravam o agrião um tónico cerebral, acreditavam que se comessem mais agrião aprendiam mais depressa (será que está a faltar agrião nas nossas escolas?). Mães persas davam este legume aos seus filhos para que eles crescessem fortes e altos.

O Agrião está entre os vegetais mais nutritivos:
- Ajuda em todos os problemas pulmonares: asma, bronquite, tuberculose, catarros brônquicos, tosses rebeldes, expectorações purulentas.

- Tem propriedades anti-cancro – segundo um estudo, quanto mais agrião menos cancro.

- Ajuda os olhos: contém luteína e zeaxantina.

- Ajuda a normalizar a pressão arterial.

- Aumenta a energia sexual e a fertilidade.

- Pode ajudar a função mental e a retardar o envelhecimento (porque acham que eu compro todas as semanas?)

- É um limpador do corpo, activa a circulação sanguínea.

- Muito importante nas mãmãs, pois estimula a produção de leite materno (o melhor alimento/medicamento para os bebés). Cuidado, o agrião comido cru deve ser bem higienizado, juntar umas gotas de peróxido de hidrogeno, vinagre de sidra ou limão à água da lavagem.

- Baixo em calorias, rico em potássio e iodo (importante na função da tiróide) obrigatório nas dietas de emagrecimento.

- Diurético, elimina líquidos. Ex: edemas, retenção de líquidos.

- Ajuda na digestão e é laxativo, regulador do fluxo da bile. Ajuda na obstipação.

- Mastigar folhas (pode ser em salada) de agrião cru cura o sangramento das gengivas. Cura rapidamente as aftas (estomatite aftosa).

- É rico em cálcio, fortalece ossos e dentes.

As razões são muitas para se comer agrião.
Pode ser comido em saladas, em sumo (juntamente com maçã), ou cozinhado.



Depois das compras, é hora da arrumação.
Separo as folhinhas verdes dos talos.
As folhas são comidas em saladas.
Os talos, aproveito para fazer arroz (esta semana coloco arroz de talos  de agrião), não se pode deitar nada fora.








Coloco dentro de sacos individuais, ajusto  para sair o ar. Duram no frigorifico uma semana, mas eu faço questão de os usar entre 3 a 4 dias.







Aqui! A salada cá de casa.
Ingredientes: alface, agrião, beterraba e cenoura ralada, coentros. Tempero com sal marinho, sumo de limão, folhinhas  de orégãos e azeite extra-virgem (existem muitos tipos de azeite, alguns deles são azeites refinados. Atenção não tem vantagem na Saúde.).

Espero não ser chata com as minhas explicações, mas o meu objectivo é fazer-vos comer agrião. Estou-me a perguntar porquê? não sei bem responder, é como uma necessidade de comunicar aquilo que acredito, por isso vou continuar...


6 comentários:

  1. Bom dia, Fernanda! Ha' duas semanas descobri o seu Blog e desde entao ocupa uns bons minutos do meu dia a dia. Gosto de ler nao so pelas dicas, mas tambem pela maneira tao positiva com que a Fernanda escreve. Por isso, jamais poderia ser chamada de chata!! Obrigada

    ResponderEliminar
  2. Fernanda parabéns pelo blog, tá muito lindo e gostei muito das explicações, que de chatas não tem nada, são bem úteis. Já me deu vontade de provar, quero o quanto antes experimentar a salada. Já ando usando o agrião como sumo por causa da bronquite.

    ResponderEliminar
  3. gostei muito ..... muitas coisas eu n sabia

    ResponderEliminar