Mundo Higeia

Bem Vindo a este Mundo!

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

As células precisam...



“ Que o teu alimento seja o teu medicamento”
É uma frase do pai da medicina, Hipocrates (460-377 a.C.), sobre ela assenta uma realidade muitas vezes esquecida.

Tudo no nosso corpo é formado por células, os nossos órgãos, hormonas, enzimas, mucosas, os nossos neurotransmissores, que vão interferir no processo mental, emocional, o nosso sistema defesa, TUDO é formado por células.
Então, o que é que forma a célula? NUTRIENTE
O que forma o Nutriente? A matéria-prima que colocamos para dentro de nós.
Conclusão: Nós somos constituídos por células, que são formadas por nutrientes que nós ingerimos.
Percebemos aqui, a super-importância da alimentação.
Saúde – só poderá existir se introduzirmos no nosso organismo produtos destinados pela Natureza à nossa manutenção.

Estou a fazer esta introdução, porque sempre que eu falar de uma patologia, vou falar de alimentação. Garanto-lhe que ela tem uma importância extrema no tratamento de qualquer desequilíbrio de Saúde.


Como em tudo na vida, no campo da nutrição, as opiniões também divergem. Não há um consenso sobre o que é certo, como Nutrição para o Homem.
Todas as directrizes dadas neste blogue, são espelhadas no que eu acho certo. Aceito que discordem de mim.

Mas, o que eu queria para o dia de hoje, é quem me estiver a ler, quando for comer, pare, e veja. Será que  o alimento que vai ingerir, é uma boa matéria-prima para as suas células?

Desejo-vos Bons Nutrientes!!!

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

A saúde - como objectivo.

Desde de sempre que me lembro dos meus monólogos interiores. Não consigo viver, sem perguntar os porquês? Quando, no meu 10º Ano de escolaridade, tive a disciplina de filosofia e a professora fez as famosas perguntas, “De onde viemos?” “quem somos?” “para onde vamos?”, fiquei maravilhada, afinal havia mais gente que se perguntava.
E fui crescendo. E fui aprendendo. E fui pensando.

Em cada canto se ouve falar de doença. É avó que morreu porque tinha…, o amigo está de cama porque adoeceu com…, o outro sofre de asma…, a doença que mais mata é o cancro…, e eu que tinha tido otites de repetição…, meu pai morreu de enfarte cardiaco..., a mãe tem artroses...,etc.

Pus-me a pensar… Afinal o que é a doença? Porque adoecemos?
Comprei tudo o que era livros, que dessem uma explicação.
Comecei pelas chamadas Medicinas Complementares, li sobre Homeopatia, Naturopatia, Plantas e seus efeitos medicinais. Sobre curas, algumas delas contadas na primeira pessoa.
A minha sede de perceber mais, aumentou. Então fiz um curso de 5 anos de Medicina Tradicional Chinesa (refiro-me ao tempo, porque já encontrei pessoas que fizeram uns cursos de fins de semana e se intitulam Acupunctores), fiz Homeopatia (3 anos), Naturopatia Fitoterapica (3 anos); e muitos seminários dos mais diversos assuntos.
Comprei muitos livros de Medicina convencional, para perceber a parte médica, para poder ler exames, para poder ajudar algumas pessoas.

Será que cheguei a alguma conclusão?
A verdade absoluta sobre qualquer assunto, é uma ilusão. Não existe.
Cada um de nós aproxima-se de uma realidade, chama-a de verdade, mas ela somente espelha o seu EU. O que quero dizer, é que tudo aquilo que eu chamo de as minhas verdades, pode não ser as dos outros.
Cheguei a algumas conclusões. Concordo com algumas abordagens, com outras nem tanto.

Para quê esta conversa toda?
Para explicar o futuro conteúdo do meu blogue, que vai ser, um transbordar dos meus conhecimentos.
Quero falar de doença, mas muito mais de saúde.
Quero falar de alimentação, mas muito mais de nutrição.
Vou falar de doença, mas nunca esquecendo o doente.
Vou tentar ser o mais simples possível, ajudar quem precisar.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Vem aí um Banquete...

 
Será o Bacalhau ou o Peru o rei da mesa?

Seja qual for, ele vem muito bem acompanhado. São rabanadas, filhoses, sonhos, azevias, Bolo-rei, lampreia, etc.
Tudo de melhor para ofertar à família.
Que bom.
 Temos de agradecer, poder ter assim uma mesa.

Ficamos felizes e fazemos os outros felizes.

Os olhos gostam, as cores são muitas, o nariz aprimora-se, pois os aromas se misturam entre salgados e doces, entre vinhos e licores, as papilas gustativas preparam-se para receber uma mixórdia de gostos.


Mas… neste mundo tudo tem o seu contrário.
E há quem tenha de trabalhar muito, para que tudo isto seja possível.
Quem vai digerir, eliminar tudo aquilo que cada um de nós colocar na boca. Já pensou?

O seu Estômago, o seu Intestino, o seu Fígado, Vesícula, Pâncreas, todos eles vão trabalhar muito nessa noite, para você poder estar pleno. E garanto-lhe que eles dão o seu máximo para que tudo corra bem. Também a eles deve enviar um agradecimento.

E pode ajuda-los: ALCACHOFRA


Já era cultivada pelos gregos e romanos no auge do seu poder.
Tornou-se importante como uma Erva medicinal nos últimos anos após a descoberta de cinarina. É um composto de sabor amargo, que existe nas suas folhas, que melhora a função do fígado e da vesícula biliar, estimula a secreção dos sucos digestivos, especialmente biliares, reduz os níveis de colesterol, e de acucar no sangue.
É diurética (ajuda a eliminar liquidos).

Pode comprar (qualquer ervanária tem) as folhas da alcachofra seca e fazer uma infusão. Beber  1 chavena antes de cada refeição.
Fácil? Eu pessoalmente, não gosto muito. Tenho muita dificuldade em ingerir o seu sabor amargo, e  até tenho a planta no jardim ( é uma planta sazonal, que nasce, cresce, e durante o verão seca, voltando a nascer no inverno). Este ano vou fazer tintura dela, depois coloco a receita e para o natal do ano que vem, o problema fica resolvido.

Então, para bocas como a minha existe em comprimido, como mostra a foto.
Vende-se em ervanárias e para-farmacias.


 Se, durante o Banquete Natalicio, algum órgão reclamar ajuda (é o que dá abusar e não tomar alcachofra) pode sempre ter outras soluções:


 Para quem está habituado, uma água com sumo de limão, ajuda a digestão, e muitas vezes faz milagres. No entanto há quem não tenha o mesmo feedback.

Na gaveta das especiarias, está de certeza a Erva-doce.
Também conhecida como anis ou funcho.

Faça uma infusão (ferver 3 minutos, 1 colher de café das sementinhas em 1 chávena de água)
- Ajuda a digestão
-Alivia os gases
-Combate a cólica intestinal.
Beba morno, saboreando cada gole…


Curiosidade:
Segundo os egípcios antigos, a Erva-Doce tinha poderes de afastar os pesadelos – daí o facto de naquela época, muitos dormirem com a erva debaixo do travesseiro.
Ainda hoje é usada para aromatizar almofadinhas, já que o seu perfume estimula o relaxamento do corpo.

Uma dica Higeia...

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Nascer em Portugal...

4º Agradecimento: Geograficamente ter nascido aqui...


Sou uma cidadã do Mundo, mas admito, é o que eu sinto, e quem diz a verdade não merece castigo, Eu gosto de Portugal.
Nasci em Vila Franca de Xira, mas já visitei grande parte deste cantinho, e gosto muito. Também já viajei, e quanto mais o faço, mais eu gosto deste lugar.




 Agradeço ter nascido em Portugal.
Agradeço ver neste pequeno país o céu azul brilhante, não como o do dia de hoje, que está enevoado, mas logo passa e brinda-nos com um sol maravilhoso.


Tenho a Serra da Estrela, para ver e brincar na neve.








Tenho toda uma costa marítima, em que em qualquer altura, posso ver o Mar.
Tenho praias. Muitas e muitas. É só escolher, com mais ondas, com menos. Junto a Lisboa prefiro Fonte da Telha.








No verão, quando vou de férias, eu gosto do Algarve, principalmente zona de Portimão.






Tenho as praias fluviais, na zona centro de Portugal, que delicia, que convite á paz e tranquilidade.
Tenho as altas temperaturas, chegam a 40º, e as baixas, quase a 0º. Posso alternar as toilettes de quase nua, a completamente encapuçada.
Enfim é um sem numero de coisas boas, por ter nascido aqui.
Se nascesse noutro local, sentiria o mesmo por ele, mas como  “ser feliz  é gostarmos do que temos” eu gosto de Portugal.

E Vocês?

Beijos de uma portuguesa.

Os animais… cá em casa.

Muitas são as modas, as técnicas, os gostos para preencher uma casa.
Vimos exemplos na Tv., nas revistas, nos blogues, todos eles nos influenciam de uma maneira ou de outra.  
Existe o Feng Shui, o colocar a cabeceira da cama para o nosso norte (Porto), um espelho que reflicta a mesa de jantar, para nunca faltar a comida, etc.

Cá em casa eu decido, e faço a de-coração espelhada em mim.
Hoje apresento-vos, vários seres que habitam comigo:

 Tico e Teco

Estes dois pássaros trazem-me as boas novas, todas as coisas que eu preciso de saber.
Eles representam “o trazer de fora para dentro”.









A Galinha

Está na entrada da porta da cozinha.
Talvez eu seja “uma galinha”, como “mãe galinha”,” mulher galinha”, nunca ouviram? É aquela mulher que vê no marido, um filho.
Ou seja “A Galinha” representa a chefa de família, e tem de estar na porta da cozinha, pois a cozinha é o coração da casa. Aqui nós alimentamos ou envenenamos a nossa família.
É o lado Maternal.


Os Caracois
Estes, são mudados muitas vezes, mas neste momento estão na escada.
Representam a “Calma”. Já observaram um caracol andar?
A sua concha é uma espiral, onde tudo começa e acaba no mesmo ponto, assim como a vida.
Relembram-me que não preciso correr, há tempo para tudo. O que é nosso, está á nossa espera.




A Tartaruga

Comprei-a em Portimão, a feirantes de rua.
Para mim (porque para outras pessoas, pode significar outras coisas, não temos os mesmos olhos, nem fazemos as mesmas avaliações), Simboliza a Longevidade.
A forma calma, lenta, observadora, persistente e longa, que quero ter na vida.
No feng Shui está associada à energia da água. Simboliza a Longevidade, a protecção, a Segurança, Estabilidade e Equilibrio.
Tudo aquilo que precisamos. 
Beijos Longevos.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Agradecer... Ver.

3º Agradecimento


A complexidade e a maravilha da visão humana é um processo que envolve muitos órgãos e sistemas.
Diz-se que os olhos são a” janela da alma”.
“o fígado abre-se nos olhos”, é uma frase da Medicina Chinesa, que é levada muito a serio. No livro mais antigo de medicina, o do imperador amarelo, diz “o Qi do fígado estende-se para os olhos, quando o fígado é saudável, os olhos podem distinguir as cinco cores”.
Para mim, ver, perceber como é que vemos, é mais uma das maravilhas da máquina humana.

Hoje, eu agradeço, VER…
Muito do que nós vimos é ilusão, é criado dentro do nosso cérebro, mas também nisto, há a maravilha.


Então, eu posso ver cores, elas embelezam a minha mente, transmitem-me vibrações diferentes.
 Posso ver o mar azul, um campo verde, um jardim amarelo, um sem número de imagens para extasiar a minha alma.

Posso ver pessoas, animais, seres vivos, perceber o que nós temos de comum e de diferente.

Posso ver o nascer do sol, a lua cheia, uma noite estrelada, uma galáxia.

Também vejo coisas, que não gosto, mas essas, eu não vou escrever, nem me vou lembrar, não quero que elas façam parte da emoção deste poste.


Hoje, a gratidão vai para os olhos…

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Agradeço... A minha Familia

Cheguei cá.
Encontrei Pai e Mãe, um sorriso em cada um ao me receber.
Mais tarde, encontrei um companheiro de viagem, escolhi-o para se juntar a mim. Durante 7 anos fomos os dois, e a cumplicidade aumentou.

Em 1995 a cegonha escolheu a minha casa, e entregou-me uma linda menina.
A família cresceu.
À um ano atrás, chegou a minha Rita, uma cadelinha, que veio do céu (penso que tudo vem do céu) para mim.

Agradeço à minha mãe, que me recebeu…
Agradeço ao meu pai, que me amou…

Agradeço, ao meu marido por se preocupar comigo, tentar cuidar de mim e me amar…
Agradeço á minha filha, a nossa relação de irmãs, de cumplicidade e de amor…
Agradeço à minha Rita, todos os momentos felizes que ela me oferece…

Agradeço à sogra, ao sogro, à vizinha, à prima, às amigas, enfim a todos com os quais eu me cruzo.
                                                                                                                                                                                              


Obrigado por existirem e me ensinarem a ser Eu.









...assim, sorridente, flutuante,...
...acreditando sempre que vale a pena estar aqui...

Agradeço a todos vocês, que me leêm...

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Vou Agradecer...

Faltam 15 dias para terminar este ano de 2010.
Então, vou agradecer todos os dias uma coisa. Acredito que, aquilo que agradecemos, sintonizamos. Ficamos mais perto de Ter ou Ser.
Nos momentos, que sentimos a emoção do agradecimento de determinada coisa, nós nos unimos a ela. O nosso espiritual se eleva. E é isso que eu desejo neste final de ano.

“ Entrai nos seus portões com agradecimento, e nos seus pátios com louvor, dai-lhe graças, bendizei a Deus” Bíblia - salmos 100:4

Isto é parte de uma melodia do rei Davi.
Não estou vinculada a uma religião, mas acredito na existência de Deus, eu chamo-lhe Grande Ser. A palavra Deus está muito banalizada, as pessoas falam dele com se fosse um velho de barbas, no céu, que é ali em cima. Neste deus eu não acredito.
Mas, em todas as religiões e tradições antigas há algo aprender, porque elas fizeram parte da vida do homem. Eu gosto de ir á bíblia, ir a livros Budistas, aos Vedas, à Deusa, ao Taoismo e tirar para mim tudo aquilo que me une com esta Grande Fonte.
Para mim uma forma de união, é Agradecer.

Esta imagem, reflete o que eu penso.




A menina é lindinha, coradinha, sorridente, com uma flor e um passarinho.
Imagem de paraíso, de União.




HOJE vou Agradecer:







ESTAR AQUI!

Estar Aqui! Nesta Bola azul e verde, chamada Terra.
Estar Aqui! Poder experienciar a Alegria, o Amor, o ser Mãe, o Ser Mulher, o ter sido Criança.
Poder aprender o que é o Medo, o que é a Frustação, o Não Conseguir.
Aprender a Amizade, a Compaixão.
O que é o Dia, e o que é a Noite.
Aprender que podemos Sonhar, que podemos Tudo.
Estar aqui, é simplesmente  maravilhoso.

Para ficar bem retido na minha mente, vou durante o dia repetir varias vezes:
 - Estar aqui é maravilhoso, melhor a cada dia...

Desejo-vos muitos estados de agradecimento.
Quem quiser pode-se juntar a mim, o meu mundo está aberto.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Tratamento Natural Resfriado

.
                                               
ATCHIIIM.... ATCHIIIIIIIIIIIIIM.............
Estamos no inverno, temperaturas baixas, excesso de humidade no ar.
Vamos ás compras, Centros comerciais com temperaturas de 20º ( que delicia), mas saimos para a rua, estão 10º, o corpo sente este diferencial.
Bem, estas são somente algumas das multiplas causas que pode fazer com que voçê apanhe um RESFRIADO.

Chega a casa, com frio, com Atchim, com rinorreia (escorre água aquosa pelo nariz), o que tem que fazer?



Chá Combate Resfriado.



Ingredientes:
- 1 raiz de Gengibre
- 1 colher de sobremesa de Tomilho
- 1 Pau de Canela
- Casca de Limão
- Mel



O gengibre, encontra-se em qualquer supermercado (comprei  esta raiz no Pingo Doce).




 Corte 3 Rodelas, e leve a ferver em água.
 Deixe ferver, em lume brando, por 5 minutos.
 Tape.



Após os 5 minutos, a ferver:

Junte 1 colher de sobremesa de Tomilho.´
Vende-se em qualquer supermercado.
Se alguém encontrar fresco, pode usar. Existem feiras que têm.
Penso que já vi Tomilho Fresco (entre outras plantas) ensacado no Jumbo, mas não tenho certeza.

Junte o Pau de Canela.

Deixe ferver por mais 5 minutos, em lume brando.



Já tem: Gengibre +Tomilho + Canela

Apague o lume.
Coloque uma boa casca de Limão e tape.
Deixe repousar.

Adoçe com 1 boa colher de Mel.
Nestes casos, uso Mel com Propolis. Mas, se não tiver, use Mel normal.

Beba ainda quente. Beberique devagar.
Não é um chá, é um medicamento.
Uma bebida muito gostosa, picante pelo gengibre, doce pela canela.
Convém beber à noite, ir para a cama e agasalhar bem. Faz transpirar.
Também pode ser usado em caso de tosse.
Este chá é a minha primeira opção, em resfriados.
Todos podem tomar, excepto as grávidas.

Uma boa semana para todos...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

É tão Simples...

Como já referi aqui, aos Sabados eu compro a fruta e os legumes para toda a semana, a maioria deles a um casal de pequenos agricultores. E nesta altura do ano, de fruta,  têm laranjas, tanjas, tangerinas e muitas clementinas.
Semanalmente compro 3 ou 4 Kg de Clementinas.

Para fazer sumo.

A Clementina (como o resto da sua familia) contém vitamina C, potassio e muitos outros nutrientes (não quero ser chata), o que importa é que Faz Bem à Saude.
E o que é que podemos ter de melhor senão uma excelente Saude?
 Sabem que até a felicidade deriva da qualidade dela.





E é tão simples.





Lava a clementina, corta ao meio e espreme.


É tão Simples... e Saboro.
Eu sei, que toda a gente conhece esta receita. É elementar. Mas fazemos? Será que chegamos a casa, espreme-mos umas clementinas e damos para o filho? Para o marido? Para nós? Ou bebemos um iogurte, porque já está feito? Mas a receita é simples, penso que não demora 1 minuto a ser feita.
Sei o que estão a pensar “não batas mais no ceguinho”. 

Lembrem-se, os Sumos são essenciais para a nossa Saúde.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Nasceu no vaso...

No parapeito da minha janela da cozinha, eu tenho uns cactos (suculentas no Brasil). Não é que num deles, nasceu uma planta daninha. Estava sozinha, indefesa ao lado daquele cacto grande. Ás vezes olhava-a e parece que ela me dizia “ não me arranques”.
Sabem que quando estava a lavar a louça (lava-louças está em frente á janela, para eu poder bisbilhotar) ou fazer as refeições, ou simplesmente a olhar o que está em frente ( sim a vista é bonita – vou postar) e depois olhava as minhas plantas, era a ela que eu dava mais atenção. Ela foi crescendo.


Ficou assim: Linda

Foi quando ela já estava grande, que eu fiz a descoberta, ela é uma Galium Aparine (nome latim), conhecida em Portugal por Amor-de-hortelão, Amor-de-homens.

É uma planta medicinal muito importante.

Na medicina popular, ela é utilizada no tratamento do cancro e de doenças venéreas. Esta planta reduz a inflamação, melhora a função linfática e limpa os rins.
É usada em pomadas para a psoriase, e muito mais.

Sabem porque tem o nome de Amor-de-Homens?  Ou Amor-de-Hortelão (quem faz horta)?
Porque tem, nas suas pequenas folhas, uns pelinhos com propriedades adesivas que fazem com que ela se agarre ás pessoas que caminhem por elas.
Acredito, que muitos de vós, já se encontraram com ela. Ela agarrou-se ás vossas calças (também já se agarrou ás minhas, pois existe muita pelas bordas das estradas), mas ninguem lhe deu atenção.


.
Ela nasceu no meu vaso.
Não sei se vou usá-la em algum tratamento, mas de certeza que não me esqueço mais da existencia dela.



Olhem, e vejam as plantinhas que nascem, ao longo dos caminhos.



As plantas são importantes...

Croché em minha casa.

A única certeza que temos, é que tudo muda. Eu vivo muito de perto esta frase. Há alturas que me dedico mais ao desporto (caminhar), outras à casa (limpo gavetas, roupeiros, mudo decoração, compro algumas coisas novas, etc.), outras ao corpo (faço nuances, arranjo sobrancelhas, não pinto as unhas porque não gosto, tomo banhos de imersão, etc.), arranjo o jardim.
Mas há aquelas alturas que eu ando a bisbilhotar blogues de artesanato. Fico com a cabeça a mil, e com uma vontade louca de fazer também.
Faço algumas coisitas, que futuramente colocarei aqui.


Hoje mostro-vos uma roseta azul:

Num dia destes fiz esta roseta, mas como não sabia bem que destino lhe dar, ficou junto dos novelos de lã.
Vi  ( ou li? já não me lembro – é a idade) sobre endurecer croché, e eis que o futuro da roseta estava marcado. Iria ficar dura, direitinha e pendurada numa gaveta.
Como endureci o croche? Muito fácil.
Vai precisar:
- A peça de croche a endurecer
- Cola branca de madeira
- Água
- Pincel
- Recipiente

Num recipiente plástico (copinho do iogurte), junta uma colher de sopa de cola branca, com uma de água mal cheia. Mexe muito bem com o pincel.
Agora, vai pincelando o croché, até ficar bem ensopado.
 Coloca sobre um cartão e espera secar.
Quando coloca a cola, algumas partes ficam meio brancas, mas não se preocupe, porque ao secar desaparece o branco e fica somente a cor da peça.


Ficou assim, nesta mesinha que fica à entrada da porta.
Espero que gostem.
Desejo-vos muita inspiração.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Polen - Alimento Perfeito?

Eu não tomo, e não concordo com suplementos vitamínicos ou outros que sejam sintéticos (os suplementos sintéticos vendem-se tanto em farmácias como em ervanárias). Recomendo sempre suplementos naturais, sem muita intervenção do Homem.
Um deles é o Pólen
Diz-se que contem todos os nutrientes necessários para sustentar a vida humana.
Mas o que é o Pólen?
É o alimento principal das abelhas (e nós vamos lá roubar). As abelhas andam de flor em flor (não se lembram da abelha Maia?) retiram o pólen, voltam á colmeia carregadas (parecem mulheres quando vão ás compras). A cada voo, elas voltam com duas bolotas de pólen. São incansáveis (como as mulheres) chegam a fazer 80 voos por dia. Elas raspam o pólen das flores, mas os grãos são mantidos juntos em suas pernas, com uma enzima pegajosa que é secreta pelo estômago da abelha. Os apicultores (homens espertos) usam uma espécie de tela na entrada da colmeia, os furos da tela são estreitos e as abelhinhas ao passar deixam cair alguns grãozinhos. 2/3 da comida extraída das flores chega dentro da colmeia para servir de alimentos a estas trabalhadoras.
Estima-se, que é preciso uma abelha trabalhar 8 horas por dia, durante um mês inteiro para encher uma colher de chá de pólen (e achamos nós que só os humanos é que trabalham? vida difícil esta das abelhas! Ou será que não é difícil? É somente uma questão de aceitar o que vem até nós. Não vou divagar mais…)

É um alimento perfeito da Natureza, uma mistura complexa de proteínas, aminoácidos e minerais.
Os atletas têm o utilizado para melhorar a força, a perseverança, clareza mental e a resistência (não é  isto que nós queremo? É fácil). Vai ao supermercado, ao apicultor (que em Portugal estão em muitas feiras regionais) á ervanária, e compra um frasco de pólen por mais ou menos 5 euros (ainda por cima é barato em comparação com os suplementos sintéticos).
O que é que estamos a tomar, quando ingerimos uma colher (eu tomo 1 colher de sobremesa) de pólen?
- 18 Aminoácidos
- 27 Vitaminas
-28 Minerais
-11 Enzimas e co-enzimas
-11 Carbo-hidratos saudáveis
- Proteínas de elevada qualidade
- Muito ferro e vitamina B12

Pode ajudar-nos em quê?
- Combater as doenças do envelhecimento (vou ficar jovem para sempre…Hi!hi!hi!)

- Ajuda na regulação do sistema nervoso (útil para os que tomam antidepressivos e ansioliticos. Muito importante nas crianças hiperactivas, ou com défice de atenção).
 As pessoas com stress encontram no pólen, um revitalizante.

- Na prevenção e tratamento das cataratas ( informem os vossos pais e avós –  em Portugal grande parte dos nossos idosos têm cataratas).

- É um tónico energético, que baixa ou controla a tensão arterial.

- Recupera a força das pessoas cansadas física e psiquicamente, principalmente convalescentes.

- É um regulador das funções intestinais ( no caso das diarreias crónicas, eu recomendo ir devagar, ou seja começar por tomar muito pouca quantidade, e ir aumentando para observar os resultados).

- Nos anémicos, ele é precioso, digamos obrigatório, principalmente nas crianças, pois aumenta a taxa de hemoglobina no sangue, revigorando rapidamente o doente.

- Estudos indicam que é notável a sua acção como preventivo e curativo na prostatite( inflamação da prostata).

- Aumenta a libido e a função sexual (quando os homens souberem, o pólen vai esgotar…)

- Tem sido utilizado nos sintomas da menopausa e na tensão pré-menstrual.

Penso que as indicações não ficam por aqui.
Entendem, que não é  unicamente pelo facto de se tomar pólen, que todos estes desequilibrios de saúde, se resolvem, mas ele dá uma boa  ajuda. Nuns mais, noutros menos. Mas o importante, seria inclui-lo no dia-a-dia, da criança ao idoso.

Uma indicação Higeia...

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O que faço para o jantar?

Eu tento. Juro que me esforço, mas a coisa é antiga, está localizada no meu interior, bem lá no fundo. Gostava tanto de a deletar, mas como não consigo, passei a aceita-la. O quê? A minha desorganização. Claro que há dias e dias, uns piores e outros melhores, mas aprendi a conviver com ela e dou sempre a volta por cima.
Hoje, cheguei a casa,  não tinha nada descongelado, não passei por nenhuma loja para comprar algo, não tinha ído comprar comida feita ( além de cara, não sou muito adepta), não tenho em casa comida pré-feita que é só ir ao microondas ( também não se usa por cá), enfim, o que fazer? INVENTAR

SALADA DO QUE SE TEM.




Em água temperada com sal e umas gotas de azeite, cozi massa ( rabinhos de porco - não sei se é assim que se chama, mas é o que parece), umas tantas ervilhas, e uns quantos milhos.
 Depois de cozer, escorri no passador.






Numa saladeira grande, coloquei 1 cebola ás rodelas fininhas, lascas de pimento verde, 3 cenouras cruas  raladas, umas folhas de alface ripadas.
Juntei a massa, com as ervilhas e o milho.
Envolvi.
Acrescentei, umas folhas de agrião ( nesta altura, cá por casa, consome-se muito agrião cru), 5 delicias do mar cortadas em rodelas, e este bom ramo de salsa, cortadinho fininho.





Por fim, nesta saladeira tão cheia, juntei uma lata de atum.
Temperei com sal marinho, muitos oregãos, sumo de limão e azeite extra virgem.







É este o aspecto. Gostam?







Já no prato
Mais uma receita, cá de casa, onde eu tento introduzir alimentos crus, neste caso: alface, agrião, cenoura, salsa, pimento.
É economica, podemos dizer saudável ( com algumas rectificações ficava melhor), rápida, saborosa e salvadora de "cabeças no ar, como eu".

É? Não é? Não interessa Nada!



Chegou o Final de ano, e com ele toda a tradição Natalicia.
Mas o que é o 25 de dezembro?
O dia de nascimento de Jesus Cristo?
Quem sou eu para dizer, se foi ou não?
Mas posso ler, um pouco aqui, um pouco ali, e fazer um resumo.




Os Evangelhos( livros biblicos que contam a vida de Jesus) nada dizem quanto à data. Sabe-se que as primeiras comunidades cristãs não festejavam o Natal. Pensa-se que só começou no ano 350d.c.. Os Celtas que eram pagãos festejavam o solsticio do inverno, faziam um banquete no dia 25 de dezembro, e a festa  continuava até 6 de janeiro (que interessante? - estou eu a pensar - sim, porque a nossa festividade tambem só termina a 6 de janeiro, com o dia de Reis. Será só uma coincidência?).

Com esta conversa toda, já perceberam que eu não relaciono o Natal a Jesus. Porque...
É? Não É? Não interessa Nada!
E não interessa mesmo que a origem não seja a que pensamos, ( o que é a verdade? alguém sabe?) O que interessa é o espirito, é a emoção que deriva desse começo.
Têm que concordar comigo!
O espirito de Natal é bonito, é passivista, é unificador. Precisamos dele todo o ano, mas habituamo-nos que nesta altura temos que o levar mais a sério. Praticamos-o.




Então juntamos a familia, trocamos prendas, (é hipocrisia? Não. Não e não.E se for? Os meios justificam os fins!), festejamos o Natal, a festa da Familia.
Com o coração cheio, ( e a barriga também) damos as boas-vindas ao novo Ano. Que forma bonita e inteligente, que a Sociedade criou para rodar o calendário.

É? É o nascimento de Jesus?
Não é? tudo indica que não.
Não interessa nada!

O importante, é que eu e voçê sentimos o Espirito de Natal no coração, aquela coisa que brilha, que nos enche por dentro, que faz com nos apeteça abraçar toda  a gente, que renova a nossa fé, nos enche de esperança e faz-nos acreditar que tudo é possivel. Isto é tudo.
É o que o Mundo precisa.
Mais do que pensar, mais do que perguntar porquê? como? É o Sentir.

Neste Sentimento está toda a Realidade do Homem.
Bom Natal, cheio de sentimento.